in

Renato Portaluppi provoca: ‘Flamengo é favorito, mas se vai passar é outra história’

Reuters/Diogo Vara

O futebol brasileiro aguarda com anseio um dos duelos mais importantes da temporada. Nesta quarta-feira (2), Grêmio e Flamengo se enfrentam na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, lutando por uma das vagas para a final da Libertadores.

Apesar de faltarem algumas horas para o ponta-pé inicial, a rivalidade já vem ganhando destaque nos bastidores, com provocações e declarações polêmicas vindas dos dois lados. Isso tem relação direta com as personalidades de Jorge Jesus e Renato Gaúcho, os quais têm demonstrado que são bastante desaforados.

Publicidade

Após a derrota por 2 a 1 sofrida contra o Fluminense, o técnico do Grêmio, em coletiva de imprensa, foi questionado sobre o duelo desta semana. Renato Gaúcho jogou toda a responsabilidade para o Flamengo, afirmando que o time carioca é o favorito nesta semifinal de Libertadores.

Para o treinador, a vantagem do Rubro-Negro tem relação direta com o seu elenco, um dos mais caros do Brasil, repleto de craques e estrelas. Mas em seu tempo irônico, deu mais uma provocada no time adversário: “Favorito pelo elenco que tem, é o Flamengo. É o Flamengo que vai passar? Aí é outro história”, alfinetou o time de Jorge Jesus.

Publicidade

Apesar das brincadeiras, Renato Gaúcho tocou em um ponto importante durante a coletiva de imprensa. O treinador destacou o ótimo nível técnico das duas equipes, dizendo que Grêmio e Flamengo poderiam fazer uma final, e que sem dúvidas seria um grande espetáculo. Ele lamentou que apenas um dos dois chegará à decisão, mas deixou claro que, seja quem for, representará muito bem o Brasil na competição continental.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Público xinga Bolsonaro por Amazônia no Rock in Rio, mas não toma conta do próprio lixo

A Fazenda: relembre outros peões que assim como Phellipe, foram expulsos do reality