in

Inúmeras crianças são lesadas com tiros, dentro de escola na Rocinha

R7
Publicidade

O Governo do Rio de Janeiro vem sendo bem rígido em relação aos traficantes que estão presentes no estado. Muitas incursões em favelas vêm acontecendo e, recentemente, a morte da garota Ágatha, de apenas 8 anos, levantou discussões sobre a efetividade destas.

Publicidade

O governador do estado, Wilson Witzel, lamentou a morte da garota, porém afirmou que o Estado não pode parar e que as incursões continuariam. Nesta manhã de quarta-feira, foi a vez da Rocinha.

Publicidade

Policiais invadem e causam tiroteio

Ao invadirem a Rocinha, traficantes tentaram se defender com tiros e a polícia adentrou. Acontece que a Polícia Militar acabou lesando crianças que estavam dentro de escolas com estes tiros.

Jovens de uma escola na Rocinha tiveram que se agachar no corredor durante o tiroteio, sendo completamente lesados por ficarem sem aula durante este período.

Publicidade

Feridos durante a operação

A PM do Rio ainda não apurou quantos feridos tiveram na operação, mas a organização comunicou que foram apreendidos, ao término do confronto, um fuzil, duas granadas e drogas.

O confronto aconteceu por volta das 8h30 da manhã.

Prefeito se pronuncia

Marcelo Crivella, prefeito da cidade do Rio de Janeiro, criticou e questionou sobre o motivo das operações não serem feitas em outros horários, para não acontecerem fatos como estes, que crianças tem que se esconderem para não serem atingidas.

Acho que chegou o momento de se ponderar essas ações na comunidade. O Rio de Janeiro não suporta mais ver as balas perdidas atingirem os inocentes”, afirmou o prefeito do Rio de Janeiro.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Fraude no The Best? Jogador da Nicarágua desmente voto em Messi

Bom Sucesso: Diogo mata Eric Feitosa, e acaba enquadrado pela Polícia