Fraude no The Best? Jogador da Nicarágua desmente voto em Messi

Leia também

Brasil ora por apresentadora da Globo; ela foi afastada de jornal e sintomas preocupam

Glória Vanique teve perda de olfato e paladar e, por segurança, foi afastada de telejornal.

Lembra da Tiazinha? Com cabelos grisalhos, ela está irreconhecível aos 41 anos

A modelo e atriz está bem diferente da época do auge de sua carreira, que foi entre o final dos anos 90 e inicio dos anos 2000.

Lembra dela? Surpreenda-se com a aparência de Mari Alexandre aos 46 anos

Mari Alexandre foi considerada uma das artistas mais belas do Brasil e estampou várias revistas e sites.

Roqueiro diz que foi ao inferno e conheceu diabo em coma por coronavírus: ‘Não é tão legal’

O músico Will Carroll disse ter conhecido Satanás durante seu período em coma após ser diagnosticado com COVID-19.
Publicidade

Após receber o prêmio de melhor jogador do mundo pela sexta vez, na cerimônia que reuniu os 10 melhores jogadores em atividade o planeta. A cerimônia da última segunda-feira (23) realizada pela Fifa na cidade de Milão na Itália.

Na ocasião, o Fifa The Best reuniu votos de jornalistas, comentaristas esportivos, jogadores e técnicos de futebol e torcedores em geral. Entretanto, após ter declarado o seu voto, um dos boleiros que acompanhou o evento acabou desmentindo a informação de que ter votado em Lionel Messi.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a sua declaração o jogador Juan Barrera atual capitão da seleção da Nicarágua postou em sua conta no Twitter o seguinte comentário: ” Não votei no The Best, qualquer informação sobre o meu voto é falsa”.

Publicidade

Atualmente Barrera joga no Boyaca Chicó da Colômbia, a declaração do jogador foi compartilhada pelas redes sociais por torcedores do time. Entretanto, segundo informações da própria Fifa comprova que o atleta declarou o seu voto em Messi.

Publicidade

Em entrevista para o jornal La Prensa, Juan disse que votou em Messi em 2018. e disse não entender porque motivo o seu voto foi computado em 2019. O atleta também cita que não recebeu nenhuma notificação da Fifa em relação a sua votação.

Ainda de acordo com Barrera, esta não seria a primeira vez que ele percebe suposta fraude na votação do The Best. Ele também relembrou o ano de 2013, quando o jogador Gpran Pandev, da Macedônia o qual declarou seu voto em José Mourinho para melhor treinador do mundo. Na ocasião, a informação acabou sendo desmentida pela Fifa e confirmou o voto de Pandev para Vicente Del Bosque que acabou faturando o prêmio daquela edição.