in

Casagrande discorda da Fifa e elege por conta própria outro jogador como melhor do mundo

Reprodução/Rede Globo

A eleição de melhor jogador do mundo pela Fifa dividiu opiniões. O argentino Lionel Messi conquistou pela sexta vez o título, superando o rival Cristiano Ronaldo, que atualmente possui 5 troféus. Neste ano, além da dupla, estava no páreo o holandês Virgil Van Dijk, zagueiro do Liverpool.

No programa desta terça-feira (24) do Globo Esporte do estado de São Paulo, o comentarista e ex-jogador Walter Casagrande, sempre polêmico, deu a sua opinião a respeito do resultado. Para ele, o argentino não seria o merecedor do título.

Publicidade

Justo o Messi? Você escolheria outro?” questionou o apresentador Felipe Andreoli. “Eu escolheria o Van Dijk“, opinou Casagrande.

Casão não foi o único a eleger o zagueiro como melhor jogador da temporada. Dentre os brasileiros que estavam aptos a votar, Tite, técnico da seleção brasileira, também deu o seu primeiro voto para o holandês. Já Daniel Alves, capitão do time, resolveu votar no seu ex-companheiro de equipe pelo Barcelona, Lionel Messi, camisa 10 da seleção da Argentina.

Publicidade

Os votos são computados através da opinião popular, por meio de votação aberta aos torcedores pela internet, pela opinião dos técnicos e capitães das seleções nacionais além de um jornalista de cada país.

Lionel Messi venceu com boa vantagem, conquistando 46% dos votos. Em segundo lugar ficou o holandês Virgil Van Dijk, zagueiro do Liverpool e campeão da Liga dos Campeões, seguido por Cristiano Ronaldo, atualmente na Juventus de Turim.

Com a escolha, o argentino se tornou o maior vencedor de prêmios de melhor do mundo pela categoria masculina, estando empatado com seis troféus com a brasileira Marta.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Camilo acaba preso e humilhado por Chiclete; nova personagem entra em A Dona do Pedaço

Andressa Urach revela ter adquirido doença transmissível ‘por ter caído no pecado’