in

Apresentadores da Band batem boca ao vivo sobre morte de Ágatha

Reprodução/Band - Twitter
Publicidade

O trágico caso envolvendo a jovem Ágatha Felix, 8, vítima de uma bala de fuzil quando estava dentro de uma Kombi no Complexo do Alemão na última sexta-feira (20) comoveu todo o país.

Na edição do programa Aqui na Band desta terça-feira (24), os apresentadores Ernesto Lacombe e Silvia Poppovic divergiram de forma intensa enquanto comentavam os desdobramentos do caso.

Enquanto Silvia criticou asperamente a política de segurança, afirmando que não há uma postura em que visa resguardar a vida da população, Lacombe rebateu e classificou as declarações da colega como precipitada, e que existe um posicionamento incorreto contra a polícia.

Publicidade

Insatisfeita com a fala de Lacombe, Poppovic rebateu na sequência.

Publicidade

“Eu não estou acusando a polícia do Rio de Janeiro, eu estou acusando a política de segurança pública do estado, que permite a polícia a atirar na cabecinha, como disse o governador. Quando existe uma política agressiva, de matar quem está na frente, acontece(…)”, disse a apresentadora.

A diferença de opiniões prolongou a discussão do caso com Lacombe afirmando: “A gente não sabe realmente se foi a polícia. A gente sabe que os traficantes se protegem”, disse ele.

A troca de farpas seguiu por mais alguns instantes, e Silvia Poppovic terminou a discussão do caso.

O caso

Ágatha estava voltando para a casa em uma Kombi com sua mãe quando foi baleada por uma bala de fuzil na Fazendinha. De acordo com relatos dos moradores, não havia confronto, os PMs atiram contra uma moto, e o projétil atingiu a criança. A polícia nega a versão, e afirma que os agentes foram atacados por “marginais” e reagiram.

Publicidade