in

Polícia identifica assassino de menina 11 anos após o crime e detalhes são chocantes

Arquivo Pessoal família Genofre / Polícia Civil
Publicidade

Onze anos depois, a morte de Rachel Genofre foi solucionada. A polícia identificou o assassino da menina graças a inclusão do DNA do criminoso no Banco Nacional de Perfis Genéticos.

Carlos Eduardo dos Santos, o autor do crime, está preso na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo, desde 2016. Ele responde por crimes como violência sexual, roubo e estelionato.

Ao cruzar os dados do DNA encontrado no local onde o corpo de Rachel foi achado com o do bandido, a polícia concluiu que ele assassinou a garota de então nove anos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O crime ocorreu em novembro de 2008, na cidade de Curitiba, capital do Paraná. Rachel desapareceu depois de sair da escola. Os detalhes são chocantes. O corpo da garota foi encontrado dentro de uma mala na rodoviária da cidade. Havia sinais de violência e estrangulamento.

O assassinato cruel de uma menina de nove anos repercutiu bastante na época. Com o passar do tempo, o clamor popular se esfriou, mas o desejo dos familiares de Rachel de ver a justiça ser feita continuou.

De acordo com a polícia, o homem acusado pelo crime morava há cerca de um quilômetro do local onde Rachel estudava. O pai de Rachel, Michael Genofre, comentou a solução do crime e classificou como uma etapa vencida. “Agora precisamos ver a justiça sendo feita, os crimes sendo pagos“, afirmou Michael.

A polícia vai ouvir o assassino. De acordo com o delegado Riad Braga, o acusado pode ajudar a polícia, contando detalhes de como tudo aconteceu. Mas mesmo que Carlos Eduardo não fale, a polícia trata o caso como 100% solucionado.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!