Empresa anuncia recall de lenços umedecidos para bebê por presença de bactéria

Leia também

As últimas fotos de famosos pouco antes deles morrerem

Relembre alguns dos registros de famosos dias antes deles morrerem; eles surpreendem.

Carlos Bolsonaro posta vídeo de Joice sendo apalpada e ela reage: ‘Queria estar no meu lugar, né baby’

Vereador do usou conta no twitter para publicar vídeos contra Hasselmann ao longo da quinta, mas ela reagiu.

William Waack tenta dar lição sobre racismo ao vivo na CNN, mas sofre terrível revés

A CNN Brasil escalou William Waack para comentar a onda de protestos contra o racismo nos Estados Unidos.

Lembra do Freddie Mercury? Seus últimos dias não foram nada fáceis

Há 29 anos, o mundo ficou perplexo ao perder uma das vozes mais impressionantes nunca antes vista.
Publicidade

Na última semana, a empresa responsável por lenços umedecidos (Wipes e Huggies), Kimberly-Clark, anunciou uma ação de recall de dois lotes dos lenços, devido presença de bactéria, chamada cientificamente de Enterobacter gergoviae, cuja está presente no organismo humano. A medida foi tomada apenas como precaução, já que não oferece riscos para pessoas com boa saúde.

Tal atitude se deu por conta do risco de infecções que a bactéria pode causar, nas pessoas que tenham o sistema imunológico comprometido. Em pronunciamento feito pelo fabricante dos produtos, nos casos de quem possuir o sistema afetado e ao mesmo tempo, alguma outra doença que estejam hospitalizadas, as infecções podem ser severas, exigindo cuidado médico extra.

Publicidade
Publicidade

Os produtos que estão na ação, incluem as Toalhas Baby Wipes, do lote 024, produzidas no dia 24 de janeiro desse ano, entre 6h e 9h da manhã, de embalagem amarela; e as Toalhas umedecidas Max Clean Huggies, lote 219, feitas no dia 7 de agosto, entre 6h30 e 7h30, de embalagem verde.

Publicidade

A ação que está feita somente em território brasileiro, recolhe os produtos das prateleiras de mercados e farmácias e começou na última quinta-feira, dia 12 de setembro. Entretanto, os consumidores que já tiverem adquirido as toalhas umedecidas, devem suspender o uso imediatamente e entrar em contato com a empresa, através do Serviço de Atendimento ao Consumidor, que pode ser pelo telefone ou pelo próprio site da Kimberly-Clark.

Publicidade

Em nota emitida pelo Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor), os usuários que tiverem passado por alguma reação do produto, poderão solicitar reparação dos danos causados, co o auxilio do setor judiciário do fornecedor.