in

Câncer pode conter a chave da imortalidade

iStock

A busca incessante pela imortalidade sempre foi algo deslumbrante para a humanidade desde seus primórdios. Com o passar dos séculos este precioso objetivo foi deixado de lado devido a sua complexidade e ar extremamente utópico, acabando por cair em profundo esquecimento.

No presente gastam-se cada vez mais horas com as futilidades e problemas do dia-a-dia, desse modo não há tempo sobrando para pensar em tal questão. Entretanto, de acordo com pesquisas recentes a ciência afirma que chegada da vida eterna não esta tão distante assim.

Publicidade

Alguns pesquisadores começaram a questionar o motivo do envelhecimento das células. A resposta chave está numa palavra: telômeros. Essas pequenas estruturas estão presentes no DNA humano e ao longo do processo de divisão celular vão se desgastando e deteriorando.

Com este desgaste os telômeros colaboram para o envelhecimento natural do corpo .No entanto, há pouco tempo um grupo de cientistas, acabaram por descobrir que em células cancerosas tal processo de envelhecimento é inexistente, ou seja, a multiplicação ocorrem sem que os telômeros se desgastem continuamente.

Publicidade

Tal fato ocorre devido a uma enzima específica dessas células, chamada de telomerase, que segundo os pesquisadores, que venceram o Nobel da medicina com esta pesquisa, a enzima é muito mais ativa em células do câncer, tornando-as mais resistentes e longevas. Então chegou-se a conclusão que a telomerase é a responsável por tornar o câncer mais poderoso . 

Mas o que isso tem a ver com a imortalidade? Essa enzima pode conter a resposta para o prolongamento da vida humana, deixando todas as células do organismo saudáveis, resistentes e imunes a ação temporal como acontece no caso do câncer.

Tal hipótese já fora testada e experimentada em ratos de laboratório, ratos com mais telomerase nas células viveram até 50% mais do que os outros. Em contrapartida, apresentaram mais tumores e curiosamente acabaram morrendo de câncer, ou seja, a cura de tal enfermidade está diretamente ligada com a busca pelo aumento da expectativa de vida, sem esse obstáculo a imortalidade passa a ser algo realmente tangível.

Publicidade

Leia Também

Doença que matou Roberto Leal é agressiva e, muitas vezes, aparece sorrateiramente

Senhora simples expõe verdadeira face de Luciano Huck, que deu à ela ‘água de pobre’