in

Pai e filha marcam encontro para vender carro e são mortos a sangue frio

Arquivo Pessoal família Fernandes
Publicidade

Wanderley Fernandes anunciou a venda do seu carro pela internet. Em abril, o homem postou várias fotos do veículo que buscava vender. Dois interessados entraram em contato e Wanderley não poderia imaginar que estava caminhando para a morte no dia em que resolveu levar o veículo para os supostos compradores verem.

Wanderley e sua filha, Gabriella Fernandes, marcaram encontro com os compradores na Estação Conceição do Metrô, zona sul da cidade de São Paulo. A ideia, provavelmente, era marcar encontro em um local público, com bastante movimentação.

Publicidade

De acordo com o delegado Ricardo Eduardo Guilherme, os ladrões testaram o carro. Quando tomaram posse do veículo, decidiram matar pai e filha para que o roubo não fosse descoberto.

A dupla rodou com Wanderley e Gabrielle por cerca de mais de uma hora. Só quando chegaram ao quilômetro 18 da Rodovia dos Imigrantes, que liga capital ao litoral, é que mataram as vítimas. Ambos foram mortos com tiro na nuca.

Publicidade

Os criminosos fugiram usando o veículo, mas uma testemunha viu tudo e anotou a placa do veículo. Com a denúncia feita, a polícia conseguiu chegar a Izaldo Aparecido da Silva, de 27 anos.

Publicidade

Ele mora em Guarulhos e acabou preso. Em seu depoimento, o criminoso afirmou que é estudante de engenharia e está no último ano da graduação. Documentos pessoais das vítimas e uma arma de fogo foram encontradas com Izaldo. O comparsa no crime segue foragido.

Este crime serve como alerta aos perigos de se comprar e se vender pela internet. É importante adotar medidas de segurança que amenizem os riscos da exposição diante de uma pessoa que não se conhece.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Miguel Herrán, de Elite e La Casa de Papel, está sofrendo depressão grave, diz site

Funcionário da Globo que chamou menino do desfile com Bolsonaro de imbecil sofre duro castigo