Mulher confunde filha com ladrão e ataca garota com arma; ela foi parar no hospital

Leia também

Lembra da Rosinha? Atriz de O Auto da Compadecida está ainda mais linda

A celebridade, hoje com 49 anos, tem se mantido longe das telinhas nos últimos anos.

Como vive Dona Sônia, mãe da Eliza Samúdio, é de partir o coração

A mãe da modelo Eliza Samúdio, morta pelo goleiro Bruno Fernandes, em 2010, disse que vai tentar barrar.

Xuxa se arrepende de ter falado mal da Globo e confessa: ‘Fui mimadinha’

Há rumores de que a apresentadora da Record estaria se aproximando da Globo, mas ela negou.

Casados há 70 anos, eles morreram vítimas do coronavírus com poucos dias de diferença

Eles moravam na cidade de Rio Manso, em Minas Gerais, e não resistiram à Covid-19.
Publicidade

Atualmente, a criminalidade tem deixado muitas pessoas aterrorizadas pela possibilidade de se tornarem vítimas de assassinos ou ladrões. Por esse motivo, muita gente prefere se prevenir com o uso de armas de fogo para evitar esse tipo de situação, como foi o caso nessa história, que terminou de forma tensa.

Hannah é uma garota de 18 anos de idade. Ela mora com sua mãe no estado americano de Ohio. Recentemente, a jovem passou uma terrível situação quando a genitora acabou lhe atingindo por acidente com uma bala de revólver calibre 38.

Publicidade
Publicidade

Tudo aconteceu quando Hannah foi liberada mais cedo da faculdade onde estude e, ao sair da instituição de ensino, foi para casa. Quando a estudante chegou, foi entrando sem avisar, e sua mãe, que se assustou achando que se tratava de um bandido, rapidamente pegou sua arma e atirou na filha.

Publicidade

Após o ocorrido, o namorado de Hannah ligou desesperado para um hospital para pedir ajuda, já que ela estava sangrando muito. Ele contou o que havia ocorrido e a garota foi levada para a unidade de saúde, onde foi atendida e submetida à cirurgia.

Publicidade

Os médicos tiveram que colocar placas e pinos no braço de Hannah, que foi quebrado por causa da bala. O delegado que cuida do caso conta que a mãe da estudante justificou o ato com a filha dizendo que ficou com medo após ver a porta de seu quarto se abrindo e resolveu atirar.

A genitora de Hannah, que não teve o nome revelado, tem permissão para portar a arma que usou contra a filha. A menina publicou sua história no Facebook e parece estar bem de saúde.