in

Mãe vai visitar filho recém-nascido na UTI e sumiço do bebê causa perplexidade

Record TV
Publicidade

Graziela, de apenas 18 anos, estava grávida do primeiro filho e aguardava ansiosamente o nascimento do menino. Com sete meses de gestação, porém, ela foi levada às pressas ao Hospital da Mulher de São João do Meriti, na Baixada Fluminense, e ali deu à luz o menino.

Publicidade

Em entrevista à Record TV, Graziela falou um pouco sobre a gestação. Ele foi levado ao hospital devido a sangramentos. O momento que era para ser alegre, foi bastante difícil para a jovem e sua família. Ela passou por uma cesárea de risco.

Publicidade

Como toda criança prematura, Bryan foi encaminhado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele precisava ganhar peso e tratar uma infecção. Graziela recebeu alta e foi para casa. De sua residência, ela ficava ligando no hospital para ter informações sobre o filho.

No dia seguinte, a mamãe de primeira viagem foi ao hospital visitar o filho, mas quando chegou no local levou um grande susto. O menino não estava mais na UTI do hospital. A informação que ela recebeu foi surpreendente: o filho tinha sido transferido.

Publicidade

Bryan foi removido do Hospital da Mulher para o Hospital do Coração de Nova Iguaçu. A transferência, obviamente, deveria ter sido autorizada pela família para que pudesse ser realizada. Somente em casos extremos que algo desse tipo poderia ter sido feito, mas a família teria que ser avisada imediatamente.

No local, Graziela soube o real estado de saúde do filho e descobriu que ele sofre de uma infecção grave, respira com a ajuda de aparelhos e luta pela vida. “Meu filho é lindo e está lutando para viver”, comentou Graziela.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Menina de 11 anos morre durante desfile de 7 de Setembro e detalhe é de cortar o coração

Palmeiras deve realizar grande reformulação no clube e 5 jogadores devem sair