in

Jovem grava vídeo de despedida e minutos depois morre afogada em rio

Divulgação: Diário Correo
Publicidade

O que era pra ser um dia tranquilo de passeio em família acabou se tornando um fato trágico. Uma jovem psicóloga morreu afogada ao tentar atravessar um rio a nado. Testemunhas que estavam no local tentaram ajudar a vítima, mas não conseguiram.

O incidente aconteceu no último final de semana no rio Cumbaza, em Tarapoto, no Peru. A vítima foi identificada como Janeth Fernández Roque, de apenas 25 anos. Antes da fatalidade, a jovem gravou um vídeo e compartilhou uma caminhada com um grupo de familiares e amigos. 

Mulher se despede dos familiares sem saber que morreria minutos depois

Sem prever o que aconteceria, Fernández foi gravado brincando e se despedindo de seus parentes, antes de se lançar nas águas do rio. No entanto, minutos depois, a jovem é arrastada pelas fortes correntezas. Tudo foi gravado por testemunhas que estavam no local e divulgado nas redes sociais.

Publicidade

Testemunhas tentam socorrer a vítima, mas sem sucesso

No meio do desespero, as testemunhas tentaram ajudá-la jogando galhos e uma boia, mas não puderam impedir que ela fosse arrastada ao longo do riacho por vários metros.

Publicidade

O corpo da jovem foi encontrado por um grupo de socorristas da polícia a cerca de quinhentos metros do local onde ela desapareceu, no setor conhecido como La Pradera. Em seguida, o corpo da jovem levado para o necrotério local. 

Outro caso semelhante aconteceu na cidade de Guarapuava, no Paraná. Na ocasião, uma mulher identificada como Maria Elizabeth Widal Mendes, de 36 anos, morreu afogada na tarde de domingo, no Parque Recreativo do Rio Jordão. O corpo da vítima só foi localizado na segunda-feira.  

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Francisco Nunes

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional, e nas horas vagas escrevo para o site 1News.