in

Mulher recolhe 97 cachorros de rua a fim de salvá-los de furacão nas Bahamas

Chella Phillips
Publicidade

Sempre que ocorre um furacão, as pessoas começam a sair de suas casas para se protegerem com antecedência, graças a tecnologia avançada que pode prever quando o fenômeno da natureza chegará as regiões de risco.

O problema é que com essas fugas para locais seguros, pouca gente pensa em ajudar os animais de rua. Alguns animais que possuem donos, inclusive, acabam sendo deixados para trás quando desastres naturais acontecem.

Pensando em salvar a vida de vários cachorros, Chella Phillips, moradora da capital das Bahamas, pediu ajuda em uma rede social para conseguir resgatar o máximo possível de cães de rua e assim protegê-los contra o furacão. Ao todo ela recolheu 97 cachorros, sendo que, segundo palavras dela, em determinado momento do furacão, havia 79 deles escondidos em seu quarto.

Publicidade

Chella trabalha na Voiceless Dogs of Nassau, uma organização que protege cães de rua na cidade de Nassau. Em entrevista à TV CNN, um representante da entidade denominou Chella como um grupo de uma mulher só, pois ela sempre faz o possível e impossível para ajudar a salvar pelo menos 200 cães de rua todos os anos, nos últimos 15 anos. A ativista e apaixonada pelos animais, Phillips, pediu que as pessoas a ajudem com os cães e criticou quem não auxilia a causa, vendo os animais sofrendo nas ruas e não fazendo nada para ajudar.

Publicidade

O primeiro-ministro das Bahamas, Hubert Minnis, informou a imprensa que cinco pessoas morreram com a passagem do furacão Dorian pelo país. Um menino teria se afogado, de acordo com informações de uma agência de notícias do país.

Além das mortes, a passagem do furacão gerou muita destruição, com casas sem telhados e inundações por toda parte.

Publicidade
Guti M

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades