in

Amazônia tem paredão de fogo de 100 metros que destrói tudo pela frente

Rede Amazônica
Publicidade

Na noite desta última sexta-feira (23) a Rede Amazônica constatou um paredão de fogo que se estendeu por mais de 100 metros. O cenário se tornou ainda mais destruidor por conta da vegetação seca e do vento que ajudaram a espalhar as chamas para uma área que equivale a 10 campos de futebol. Isso aconteceu no Acre, na cidade de Senador Guiomard, que fica a 24 quilômetros da capital do estado.

As chamas duraram cerca de 4 horas e aos poucos a força do fogo foi diminuindo e encerrado ainda na noite do mesmo dia. Por conta da precariedade da fiscalização no período noturno, este é o horário que mais tem queimadas na região. Pela dificuldade no acesso, o Corpo de Bombeiros demora a chegar a tempo.

As pessoas que convivem com constantes queimadas estão reclamando da falta de fiscalização e também da punição precária quase inexistente para quem comete crimes ambientais. Francisco Barroso é um dos moradores que moram perto dos focos de incêndio, ele concedeu uma entrevista e na ocasião reclamou sobre o ocorrido.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Todo ano acontece esse tipo de coisa aqui, só que a gente não consegue detectar quem é o responsável, mas todo ano é a mesma coisa e ninguém é punido. A gente tem que se reunir e tentar apagar o fogo e as pessoas, que se dizem fiscais para fiscalizar, nunca aparecem para fazer nada, não notificam ninguém”, disse Barroso.

O filho do morador, Alef Pereira, disse que não há muito o que fazer uma vez que o tempo seco ajuda com que as chamas se espalhem com mais facilidade. A Secretaria do Meio Ambiente diz que o número de incêndios aumentou muito em comparação com 2018. Desde janeiro já foram registradas 2.498 queimadas, em 2018 o número foi de 852.

Nesta sexta-feira, o governo decretou estado de emergência por conta das queimadas na região, este ato visa aumentar ainda mais os combates ao fogo e também a fiscalização no local. O secretário de Meio Ambiente, Irsael Milani, disse que vai levar o ocorrido para o governo federal para angariar recursos para o estado, como brigadas e materiais de combate ao fogo.

Publicidade
Publicidade
Nado News

Escrito por Nado News

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 8 anos, trabalho também como redator há cerca de 3 anos, o que fez despertar uma nova paixão. Tanto que, atualmente, sou graduando em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail [email protected] .