in

Diretor do filme de Bruna Marquezine é acusado de assédio por atriz: ‘a força’

Reprodução: Expressão Sergipana

O filme Vou Nadar Até Você, do diretor Klaus Mitteldorf, estreiou nessa semana na competição do 47° Festival de Gramado. Contando com a presença da atriz Bruna Marquezine, o longa é caracterizado como o primeiro filme da carreira da famosa, no qual Bruna interpreta Ophélia. A personagem é uma jovem de 20 anos que vive com a mãe, tendo crescido sem o apoio paterno, o que motiva a busca de Ophélia pelo pai.

No entanto, apesar do destaque dado ao filme no Festival de Gramado, uma polêmica envolvendo os bastidores foi levada à tona nos últimos dias. A atriz Talita Coling, de 24 anos, revelou detalhes sobre um assédio sexual sofrido por ela, e praticado pelo diretor Klaus, de 66 anos.

Publicidade

O fato relatado por Talita ocorreu no período de pós-produção do filme, em 2017, e, segundo ela, o diretor tentou obrigá-la a beijá-lo, o que fica claro em um print publicado pela atriz. Na imagem, Talita pede para que Klaus nunca mais repita o ato, enquanto o diretor responde com um “Prometo!”, deixando clara a ocorrência do abuso.

O abuso aconteceu após muitos elogios por parte do diretor, como relatado pela atriz, que declarou que sempre ficava em situação desagradável até chegar ao estopim do problema. Segundo Talita, a ação do diretor chegou a deixar marcas físicas: “Mas teve este dia em que ele tentou me beijar e eu fiquei toda babada. Foi o ápice”.

Publicidade

Após o ocorrido, Talita chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o diretor, além de ajuizar uma ação trabalhista contra ele, tendo em vista que não recebeu o que deveria pelo trabalho exercido na produtora. Como prova para o registro, a atriz utilizou o print citado acima.

Publicidade

Leia Também

Lista dos jogadores de confiança do Sampaoli; confira

Após anos, José Mayer é fotografado e aparência choca; barbudo e abatido