in

Pai de vítima consola mãe de sequestrador morto; o que ele diz é de cortar coração

O Fluminense / Globo
Publicidade

O pai de uma das vítimas do sequestro do ônibus na Ponte Rio-Niterói virou assunto nesta terça-feira, 20 de agosto, pouco após o filha dele ter sido liberado na ação. Ele teve um encontro com a mãe do sequestrador, que acabou sendo morto em uma ação da polícia. O tiro foi dado por um atirador de elite e a ação foi comemorada até mesmo pelo governado do estado, Wilson Witzel. 

O aposentado Paulo César Leal foi até a Delegacia de Homicídios (DH) de Niterói para acompanhar a filha, pois ela foi intimada a dar um depoimento diante do caso. Foi lá que o aposentado teve um encontro com a mãe do sequestrador, identificado como Willian Augusto da Silva, de 20 anos de idade. 

Em entrevista, o pai da vítima disse algo que tem “cortado o coração” de muita gente. Ele disse que é evangélico e lembrou dos ensinamentos de Jesus Cristo. Na sequência, ele lembrou que o pensamento Cristão é o de amparo e ali estava uma mãe com o coração dolorido por perder um filho. “Tentei passar um pouco de conforto para ela, que perdeu um filho”, explicou o aposentado, que teve sua atitude bastante elogiada nas redes sociais. 

Publicidade

A filha de Paulo, Raiane, foi a primeira das reféns a serem liberadas pelo criminoso. O pai da jovem disse que acabou reconhecendo ela por conta da transmissão na televisão, que acabou atraindo milhares de olhares em todo o estado e também no país. 

Publicidade
Publicidade

“Fiquei completamente assustado com o que vi mas, ao mesmo tempo, senti um alívio muito grande em saber que ela estava saindo”, revelou o aposentado na entrevista que foi dada ao site O Fluminense. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.