in

O drama de Michelle: após vó traficante, passado sombrio da mãe da primeira-dama vem à tona

Foto/Reprodução: Veja
Publicidade

Nesta sexta-feira, 16 de agosto, o site da Revista Veja fez duras revelações a respeito do passado da família da primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro. A primeira delas é que Maria Aparecida Firmo Ferreira foi presa por tráfico de drogas no passado. A informação veio à tona após a idosa ter sido abandonada pela neta em um hospital público, à beira da morte. 

Na década de 1990, a avó da primeira-dama era conhecida como “tia” e acabou sendo presa em flagrante por tráfico. Esse passado seria a motivação para o desprezo da esposa do presidente do Brasil aos seus parentes de sangue. 

Na penitenciária feminina do Gama, onde foi cumprir a pena, Maria Aparecida mostrou que os seus princípios não estavam tão renovados assim. Ainda na cadeia, segundo a reportagem, a avó de Michelle teria tentado subornar um agente penitenciário. Maria das Graças Firmo, a mãe de Michelle, também tem um passado “sombrio”. 

Publicidade

A mãe da primeira-dama é acusada de fraudar documentos. Entre eles, estariam os próprios documentos de identificação, como mostrou a reportagem com o print abaixo:

Publicidade

Presidente Bolsonaro diz que esposa está arrasada, após reportagem revelar passado de sua família

De acordo com informações da Folha de São Paulo, Michelle teria ficado arrasada, após saber que a Veja descobriu os podres de sua avó e de sua mãe. Ela teria se afastado de ambas há anos, após descobrir tais delitos. O próprio presidente do Brasil teria confirmado essa avaliação à Folha, após deixar um evento. Além da avó e da mãe, dois tios maternos da primeira-dama também tem envolvimentos passados com a polícia.  “Ela está abatida, arrasada”, disse o presidente. 

FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.