in

O drama de Michelle: após vó traficante, passado sombrio da mãe da primeira-dama vem à tona

Foto/Reprodução: Veja
Publicidade

Nesta sexta-feira, 16 de agosto, o site da Revista Veja fez duras revelações a respeito do passado da família da primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro. A primeira delas é que Maria Aparecida Firmo Ferreira foi presa por tráfico de drogas no passado. A informação veio à tona após a idosa ter sido abandonada pela neta em um hospital público, à beira da morte. 

Na década de 1990, a avó da primeira-dama era conhecida como “tia” e acabou sendo presa em flagrante por tráfico. Esse passado seria a motivação para o desprezo da esposa do presidente do Brasil aos seus parentes de sangue. 

Na penitenciária feminina do Gama, onde foi cumprir a pena, Maria Aparecida mostrou que os seus princípios não estavam tão renovados assim. Ainda na cadeia, segundo a reportagem, a avó de Michelle teria tentado subornar um agente penitenciário. Maria das Graças Firmo, a mãe de Michelle, também tem um passado “sombrio”. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A mãe da primeira-dama é acusada de fraudar documentos. Entre eles, estariam os próprios documentos de identificação, como mostrou a reportagem com o print abaixo:

Presidente Bolsonaro diz que esposa está arrasada, após reportagem revelar passado de sua família

De acordo com informações da Folha de São Paulo, Michelle teria ficado arrasada, após saber que a Veja descobriu os podres de sua avó e de sua mãe. Ela teria se afastado de ambas há anos, após descobrir tais delitos. O próprio presidente do Brasil teria confirmado essa avaliação à Folha, após deixar um evento. Além da avó e da mãe, dois tios maternos da primeira-dama também tem envolvimentos passados com a polícia.  “Ela está abatida, arrasada”, disse o presidente. 

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.