Tristeza! Avó do jogador Daniel não sabe que o neto foi assassinado e motivo surpreende

Leia também

Prefeito tenta acalmar a população sobre coronavírus: ‘Todos nós seremos contaminados’

Prefeito do município de Limeira tenta acalmar a população pela pandemia do coronavírus.

O que o segurança de Bolsonaro fez com a equipe da Globo é surpreendente

Profissional surpreendeu apoiadores de Bolsonaro e solicitou respeito aos jornalistas que ali trabalhavam.

Kelly Key deixa filha cortar seu cabelo em live e surta com resultado

Através de uma live Kelly Key e sua filha fizeram alguns procedimentos de beleza.

Grêmio pensa em fórmula ‘Paulo Nunes’ para reforçar equipe em meio à crise

Efeitos da crise causada pela pandemia do novo coronavírus devem afetar negócios do futebol.
Nado News
Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 8 anos, trabalho também como redator há cerca de 3 anos, o que fez despertar uma nova paixão. Tanto que, atualmente, sou graduando em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .
Publicidade

Um caso surpreendente acerca da morte do jogador Daniel Corrêa veio à tona esta semana. Dona Anita, de 92 anos de idade, avó do atleta que foi morto em outubro de 2018, ainda não sabe que o seu neto foi assassinado. A idosa acredita que ele tenha morrido por um mal súbito enquanto estava treinando.

Ele esteve aqui sete dias antes e trouxe a menina (filha dele). Aí ele foi embora e eu falei: ‘Daniel, não vai não’. E ele falou: ‘Não, vó, amanhã eu tenho treino’. Eu desconfio que foi neste treino que ele morreu. Passou mal, acho que chegou a ir para o hospital, não sei, e morreu”, disse Dona Anita, ao conceder uma entrevista para o Primeiro Impacto, que vai ao ar no SBT.

Publicidade

Segundo informações da família da idosa, há um motivo para isso. Eles temem que ela passe mal e não aguente o choque ao saber a causa real da morte do rapaz. Tanto que para manter o real motivo em sigilo, a televisão na casa da idosa ficou desligada por 40 dias.

Dona Anita ainda lembra como ficou sabendo do acontecido, disse que estava deitada em sua cama de manhã e começou a ouvir que foi chegando muita gente. Ela perguntou o que estava acontecendo e seu irmão revelou que seu neto havia falecido, mas não revelou o motivo.

Publicidade

Relembre a morte de Daniel

O jogador foi morto no dia 27 de outubro do ano passado, após sair de uma festa em comemoração aos 18 anos de Allana Brites. O evento aconteceu em uma boate na cidade de Curitiba, Paraná.

Daniel foi degolado por Edison Brittes Júnior, pai de Allana, que confessou o crime. No carro em que o jogador estava sendo levado para ser assassinado ainda estava outras três pessoas. Segundo Edison, ele cometeu o crime pois Daniel teria tentado abusar de sua esposa e por isso começou a espancar o jogador ainda em sua casa.

Publicidade