in

Jogador ‘grávido’ é afastado das competições após realizar exames

Fatos Desconhecidos
Publicidade

Em praticamente todos os esportes, os atletas devem realizar, antes de qualquer competição, um exame para detectar a presença de possíveis substâncias ilegais, o que é chamado de antidoping. Ele consegue diagnosticar se o competidor usou ou não algum tipo de produto que o ajudará a vencer . Mas nesse caso, o procedimento detectou algo totalmente inesperado.

Publicidade

Um jogador de basquete chamado Donell ‘DJ’ Cooper, de 28 anos de idade, é muito conhecido nos Estados Unidos. Recentemente, o atleta esteve integrando a equipe do time francês Associação Esportiva Monaco, antes de ser banido até 2020.

Publicidade

Donell acabou entrando em uma fria depois de um exame antidoping que foi realizado antes de uma partida. Isso porque o resultado constatou que o jogador estaria ‘grávido’, o que logo deu a entender à Federação Esportiva que o atleta havia burlado o procedimento.

O diagnóstico da coleta da urina apresentada por Cooper mostrou a presença de um hormônio conhecido por hGC (gonadotrofina coriônica humana), que é encontrado exclusivamente em mulheres que estejam em período de gestação.

Publicidade

Ao que parece, o jogador pegou a urina de uma pessoa que não sabia que estava grávida e usou no exame a fim de que não descobrissem substâncias ilícitas no antidoping. Acredita-se, ainda, que o líquido pertencia a própria namorada de Cooper, fato que até agora não foi confirmado.

Depois da revelação, a FIBA (Federação Internacional de Basquete), resolveu puniu Donell com um banimento que durará até o ano que vem. O caso aconteceu em agosto desse ano.

Publicidade

Leia Também