in

Por críticas a Bolsonaro, Alexandre Frota é expulso do PSL

G1
Publicidade

Nesta terça-feira (13), o PSL decidiu expulsar o deputado federal Alexandre Frota do partido. A medida foi anunciada por Luciano Bivar, presidente da sigla, e contou com nove votos. O deputado, eleito por São Paulo com 155 mil votos, não perderá o mandato.

Publicidade

O pedido de expulsão foi solicitado pela deputada Carla Zambelli (PSL-SP), que classificou a permanência de Frota no partido como “insustentável“. Um dos vários candidatos a pegar carona na popularidade de Jair Bolsonaro durante a corrida eleitoral, Frota passou a criticar publicamente o atual presidente.

Publicidade

Recentemente, o deputado afirmou estar decepcionado com a falta de articulação do presidente com os parlamentares e criticou duramente a polêmica nomeação de Eduardo Bolsonaro, deputado federal e filho do presidente, como embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

A pedido de Bolsonaro, Frota foi retirado da vice-liderança do partido na Câmara e de três diretórios municipais. Como resposta, ele se absteve na análise da Reforma da Previdência no segundo turno, apesar de ter sido um dos principais articuladores da reforma na Câmara.

Publicidade

Eu acredito que o Bolsonaro tenha pedido isso porque disse que estava decepcionado com ele, que não achava que a indicação do Eduardo como embaixador era a mais correta. Fui surpreendido com essas mudanças”, afirmou Frota sobre o pedido de Bolsonaro.

O senador Major Olímpio (PSL-SP), desafeto público de Alexandre Frota, afirmou estar “satisfeito” com a decisão do partido. Frota ainda não tem destino definido, mas já recebeu convites para fazer parte da bancada do DEM.

Publicidade

Leia Também

Claudia Rodrigues, na luta contra a esclerose múltipla, deixa os fãs emocionados

Padre causa revolta nas redes sociais após batizar criança de maneira violenta