in

Famosos que fizeram muito sucesso, perderam tudo e hoje estão com a carreira arruinada

Veja SP

Quem viveu nos anos 90 e comecinho dos anos 2000 lembra de famosos que fizeram muito sucesso, vendendo milhares de discos, fazendo dezenas de shows e participando de programas de TV quase todos os dias.

O dinheiro ganho no auge da carreira, infelizmente, não foi bem administrado por alguns deles, que se entregaram a vícios. Teve até quem se envolvesse com o crime. Hoje, muitos deles não estão na mídia, tão pouco são lembrados pelos ex-colegas de trabalho.

Abaixo veja alguns famosos que fizeram muito sucesso, mas que hoje perderam tudo.

Sander Mecca

Sander foi vocalista da boy band brasileira, Twister. A banda surgiu no auge no pop no Brasil e no mundo. Participavam de programas de TV quase diariamente. A música ’40 Graus’, entre outras, estava no topo das paradas musicais, e faziam muitos shows, inclusive, chegaram a abrir um show da banda norte-americana, Nsync, no México.

Com tudo para ter uma carreira promissora, o futuro do quinteto foi interrompido quando Sander foi preso sob a acusação de tráfico de drogas. Sander não traficava, era usuário, mas devido a elevada quantidade de entorpecentes que carregava, acabou sendo enquadrado como traficante.

A banda tentou seguir sem ele, mas o contrato não foi renovado com a gravadora e cada um seguiu carreira solo. Gilson virou cantor gospel, Leonardo voltou a tocar em bares com sua banda de rock, Luciano virou dentista e Alex foi para o circuito alternativo.

Anos após a prisão, Sander saiu em liberdade, tentou retomar com a banda Twister, mas meses depois o projeto acabou. Ele passou a tocar nos trens e metrôs para ganhar dinheiro e, recentemente, o apresentador Rodrigo Faro o entrevistou, revelando que o cantor teve uma recaída. Na ocasião, ele aceitou se internar para tratar o vício em drogas e assim tentar uma nova oportunidade no mundo da música.

Ney Massal

Ney foi vocalista da Gangue do Samba, grupo que fez muito sucesso nos anos 90 e era figurinha carimbada em quase todos os programas de entretenimento. Apesar de ter ganho muito dinheiro na época, Ney não soube administrá-lo. Gastou tudo com festas, viagens, mulheres e drogas.

O resultado foi ter de começar do zero. Hoje, longe da música, Ney trabalha como faxineiro em um supermercado de Salvador. Ele chegou a dar uma entrevista para a Record TV há alguns anos, contando o que fez para perder tudo.

Roy Rosselló

Roy na verdade não é uma cria artística dos anos 90, mas surgiu na mídia nos anos 80, quando entrou para a boy band, Menudo. Por lá ele ficou alguns anos, mas deixou a banda em 1986. Havia muitas especulações sobre sua saída, mas nunca houve um comunicado oficial do cantor ou seus familiares.

Anos mais tarde, Roy revelou que era abusado sexualmente pelo empresário do grupo e que foi retirado da banda por não suportar mais os abusos. Ele não contava nada para o pai, pois temia que ele matasse o empresário e estragasse sua vida em uma prisão.

Roy perdeu todo o dinheiro que ganhou com a boy band e hoje vive no Brasil. Aqui ele teve filhos e tentou diferentes tipos de trabalhos, como instalador de antenas e comerciante de lanches. Chegou a participar do reality A Fazenda, sendo retirado do programa pela Justiça, após ter a prisão decretada por falta de pagamento de pensão alimentícia. Hoje ele tenta uma volta a música através do ramo gospel.

Edson Café

Integrou o grupo Raça Negra, tocando pandeiro. Aos 38 anos, sofreu um AVC e ficou com sua movimentação limitada, motivo pelo qual pararam de lhe chamar para fazer os shows do grupo.

Deprimido pelas sequelas do AVC e pela rejeição no grupo, passou a se entregar ao vício em drogas. Pouco tempo depois, ele terminou morando nas ruas, recolhendo material reciclável para sobreviver.

Leslie Balzano

A moça foi uma das modelos e dançarinas do programa Fantasia e, embora tivesse um futuro promissor pela frente, acabou se envolvendo com o crime. Namorou com um traficante com quem teve um filho. Viveu em uma favela por um tempo e andava armada. Chegou a furtar produtos das lojas em que trabalhou.

Hoje ela trabalha como fotógrafa. A verdade sobre seu passado foi revelada por ela mesma, que gravou seu testemunho após se converter para uma igreja protestante.

Asa Branca

No auge das novelas com cenários rurais da TV Globo, e do sertanejo dos anos 90, Asa Branca fez muito sucesso, chegando a participar de programas de TV, shows e novelas. Na época ele chegava a receber R$ 300 mil por mês.

O problema é que o locutor não investiu seu dinheiro e o gastou excessivamente com vícios e mulheres. Em 1999 foi diagnosticado como portador do vírus HIV. Com 1,90 de altura, Asa Branca chegou a pesar 50 quilos por causa da doença. Hoje vive com os filhos e a esposa em um local simples e muito diferente do luxo de duas décadas atrás.

Leia Também

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades

Conheça 9 famosas que já sofreram abortos espontâneos e você não sabia

Confira os nomes de famosos que devem participar de A Fazenda 11