in

Luto: acidente envolvendo caminhão lotado de passageiros deixa 8 mortos e 21 feridos

Divulgação: Andina
Publicidade

Um grave acidente envolvendo um caminhão deixou oito pessoas mortas de 21 feridas após cair em um abismo com mais de oitenta metros de profundidade. A tragédia aconteceu na rodovia Wichaycaña no distrito de Mariscal Gamarra, província de Grau, na região de Apurimac, Peru.

De acordo com a polícia, o acidente aconteceu na tarde da última sexta-feira, em circunstâncias que ainda estão sendo a investigada. Vários dos feridos voltaram para suas comunidades após receber o dinheiro dos programas sociais Pension 65 e Together. Menores também viajaram no caminhão de carga.

O motorista, identificado como Alejandro Augusto Huamaní Huillca, que morreu no acidente, era o proprietário do caminhão tipo trilho (N2), que é proibido trasportar pessoas.
De acordo com o portal do Ministério de Transporte e Comunicações (MTC), o caminhão não possui SOAT nem revisão técnica atual. 

Publicidade

Os feridos foram resgatados por moradores que moram perto do acidente e levados para centro de saúde de Paccaypata. Após receberem os primeiros atendimentos, foram transferidos para o Centro de Saúde Lambrama. Durante a noite, os feridos foram levados para o departamento de emergência do Hospital Guillermo Díaz de la Vega, em Abancay. 

Publicidade

As vítimas fatais foram identificadas como Quintana Selgueron, Lucia, de 65 anos, Quintana Bazan, Marta Exaltation, Pumapillo Arias, Juana, de 50 anos, Salcedo, Demetrio, duas crianças menores de 10 anos e 11 anos, e duas pessoas ainda não foram identificadas.  

Entre os feridos estavam sete menores de idade entre 7 e 15 anos, as outras vítimas tem idade entre 23 a 65 anos. A direção do hospital não divulgou o estado de saúde dos feridos. Um inquérito policial foi aberto para investigar as causa do acidente.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Francisco Nunes

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional, e nas horas vagas escrevo para o site 1News.