in

Causa oficial da morte de Cameron vem à tona e sai resultado da investigação sobre uso de drogas

Reprodução: CBS Los Angeles
Publicidade

Nesta terça-feira (30), o Departamento de Exame Médico-Legista de Los Angeles, revelou a causa oficial da morte do jovem astro da Disney, Cameron Boyce, de 20 anos. As informações divulgadas no relatório da autópsia confirmam os esclarecimentos dados pelos familiares do ator logo após a tragédia.

No dia 06 de julho, quando Cameron faleceu, seus pais noticiaram, por meio de um porta-voz, que a morte teve como gênese uma convulsão oriunda de uma condição médica que já havia sido diagnosticada e estava sendo tratada. Além disso, informaram que o ator morreu enquanto dormia.

Além do relatório oficial da autópsia, outra informação relacionada à morte de Cameron impressiona. De acordo com o site americano TMZ, a polícia afirmou que não foi constatada a presença de drogas no organismo do jovem, com exceção para o remédio Keppra, utilizado por ele para tratar a condição médica que fora identificada.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apesar de o ator ter falecido no início de julho, até então a causa oficial da morte não tinha sido aprovada na certidão óbito, pois o legista responsável pelo caso não havia terminado a investigação. O relatório da autópsia informou que Cameron desenvolveu um quadro epiléptico há 3 anos, tendo passado por inúmeras convulsões mais graves até o falecimento.

A pouca idade do astro da Disney não o impediu de ter uma carreira notável. Cameron estrelou em diversos filmes, como Mirrors, Eagle Eye e Descendants, ficando mais conhecido quando interpretou Luke Ross em Jessie, série que foi exibida pelo Disney Channel.

Publicidade
Publicidade