in

Áudios comprometedores gravados pela Siri podem ser ouvidos por funcionários da Apple

Oficina da Net
Publicidade

A Siri, assistente virtual dos aparelhos da Apple, facilita a vida dos usuários ao realizar diversas tarefas através de comandos de voz. Porém, um fato desagradável veio à tona: os funcionários da empresa podem estar escutando o que está sendo dito.

Um funcionário da Apple contou o fato em detalhes para o jornal britânico The Guardian. Segundo ele, um grupo de funcionários terceirizados podem acessar trechos de áudio de aparelhos com Apple Watch, IPhone, Home Pod e IPad

As gravações geralmente podem conter informações sigilosas como localização, contato e histórico de aplicativos utilizados pelo usuário do aparelho. Já foram gravadas desde conversas entre médico e paciente até pessoas tendo relações. Estas gravações comprometedores geralmente acontecem quando a Siri é ativada por acidente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Segundo a fonte, a empresa não exige um detalhamento sobre os dados obtidos nas gravações, solicitando apenas que um relatório sobre possíveis falhas técnicas seja enviado.

Em resposta às declarações dadas ao The Guardian, a Apple confirmou que alguns trechos de áudios da Siri são gravados com o intuito de detectar falhas na assistente virtual, mas nega que os usuários possam ser identificados através dos dados coletados. A empresa alegou que apenas alguns segundos, totalizando no máximo 1% das gravações, são acessadas das pelos funcionários.

O uso das gravações para melhorias no funcionamento da Siri está descrito nos termos de uso da empresa, mas não há esclarecimentos quanto ao acesso de humanos ao conteúdo.

Publicidade
Publicidade