in

Miriam Leitão diz que ato de Bolsonaro é repulsivo e aborda impeachment: ‘nojo’

BRASIL 247 / Reprodução
Publicidade

A jornalista Miriam Leitão é um dos nomes mais conhecidos do Brasil. Ela, no entanto, não concorda com algumas atitudes do governo do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Miriam está de férias, mas interrompeu sua pausa para fazer críticas contra o político no jornal O Globo. 

Nas duras palavras utilizadas por Leitão, ela diz ter nojo do governo do presidente brasileiro, além de indicar que, para ela, seria necessário o afastamento de Bolsonaro. Isso só acontece, de maneira legal, a partir de um processo de impeachment. Foi o que tirou, por exemplo, os ex-presidentes Dilma Rousseff e Fernando Collor de Mello do poder. 

A crítica de Miriam partiu depois de Bolsonaro dizer que sabia como o pai de Felipe Santa Cruz, presidente da OAB, teria falecido. O pai de Felipe seria um dos mortos durante o período militar. Para Miriam, a fala de Bolsonaro foi um desrespeito com os mortos e as famílias dessas vítimas do período da ditadura. 

Publicidade

“O que o presidente fez é repulsivo”, enfatiza a jornalista no texto divulgado pelo jornal carioca O Globo. Ela ainda prossegue com as críticas: “Mostra, como definiu Felipe Santa Cruz, crueldade e a falta completa de empatia que os seres humanos têm uns em relação aos outros. O presidente brinca com o sentimento de um filho que nunca conviveu com o pai porque ele foi morto aos 26 anos” .   

Publicidade

Vale lembrar que, recentemente, a Globo leu uma enorme nota no Jornal Nacional contra Bolsonaro e defendendo Miriam. No texto, o jornal dizia que Bolsonaro mentiu sobre o fato de Miriam ter sido condenada por supostos crimes na ditadura, o que não teria ocorrido. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Fernando B

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.