in

Pai que gastou dinheiro do tratamento do filho virou sócio de bordel em Salvador

Reprodução: Jornal Estado de Minas
Publicidade

O caso de família que chocou a cidade de Conselheiro Lafaiete (MG) acaba de ganhar mais um desdobramento. Em depoimento à Polícia, Mateus Leroy Alves, 37, confessou que investiu R$ 50 mil em prostíbulo em Salvador (BA).

Publicidade

Mateus foi preso após a confirmação do desvio de R$ 600 mil reais arrecadados numa campanha para custear o tratamento médico do filho.

Publicidade

Daniel Gomes, delegado responsável pelo caso, afirma que a polícia continua apurando como o acusado gastou a quantia.“R$ 600 mil é um valor muito alto, por mais que esteja gostando de mais. Já conseguimos encontrar R$ 50 mil, que foi investido numa casa de prostituição”, revelou. O inquérito que está apurando o caso deve ser concluído nesta quinta-feira (01/07).

Daniel revelou que o próprio Mateus confessou ter dado os R$ 50 mil para o dono de um bordel na capital baiana, além de se tornar responsável por recrutar mulheres mineiras para trabalhar em Salvador. 

Publicidade

A polícia afirma que Mateus levava uma vida luxuoso na capital baiana. Morando em um apart hotel com vista para o mar.  Ele gastava o dinheiro das doações com roupas e acessórios de luxo, festas e maconha.

O desvio foi descoberto após a esposa de Mateus procurar a polícia no último mês de julho, após o marido ter saído de casa e o dinheiro arrecadado na vaquinha ser retirado das contas da campanha. O acusado foi preso na Bahia no dia 22 de julho.

O filho de Mateus, cujo nome não foi divulgado, sofre de Atrofia Muscular Espinhal (AME). A criança necessita de um medicamento que custa R$ 365 mil por dose.

Publicidade

Leia Também

Agno viverá um triângulo amoroso ou não? Leandro pedirá o empresário em namoro

Sonia Lima recorda momento íntimo com Wagner Montes e se declara