in

Luto: aos 47 anos, morre de infarto jornalista que entrevistou Eliza Samúdio

Area Vip
Publicidade

O Brasil tem perdido muitos de seus jornalistas desde o início deste ano. Um dos casos mais comentados foi Ricardo Boechat, que faleceu após sofrer um grave acidente de helicóptero em fevereiro de 2019. Ontem, foi a vez de Paulo Carvalho, que também era bastante conhecido por seus trabalhos e teve uma morte repentina.

Paulo havia prestado serviços para diversas mídias de comunicação como os jornais Extra, O Dia e A Notícia, alguns dos mais renomados do país. Ele tinha 47 anos de idade e faleceu depois de ter um infarto fulminante na última quinta-feira (25/07).

Foi Paulo quem ajudou a polícia a prender os envolvidos no caso Eliza Samúdio. Ele estava na porta da delegacia quando ganhou a confiança da modelo, que foi morta em 2010, e conseguiu uma entrevista com ela. O depoimento colaborou para a identificação dos assassinos do crime, cujo mandante era o goleiro Bruno, à época, jogador do Flamengo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Além de Eliza, ele conseguiu dar voz a várias outras vítimas da violência no Brasil. Por cerca de 14 anos, Paulo fez diversas matérias sobre grandes furos, como a tomada do Morro do Alemão e a Guerra da Favela da Rocinha, que na época era um dos assuntos mais comentados.

O sepultamento aconteceu por volta das 4 horas da tarde desta sexta-feira (26/07), no Cemitério Jardim da Saudade, que fica localizado na cidade de Sulacap, no estado do Rio de Janeiro.

Paulo deixa para trás a esposa, Janaína Ferreira, que também trabalha como jornalista, e dois filhos fruto do relacionamento, João Gabriel, quem tem 18 anos, e Pedro Henrique, de 11.

Publicidade
Publicidade
Aurilane Alves

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn