in

Você sabia? Veja 4 partes do corpo que não se deve lavar com muita frequência

Divulgação/noticias ao minuto
Publicidade

O Brasil é um país tropical e na maior parte de sua extensão faz calor durante o ano. Por isso, é muito comum que os brasileiros tomem mais do que um banho por dia. Afinal de contas, a sensação de limpeza e relaxamento proporcionada por um bom banho é fundamental. Principalmente, depois de um dia de trabalho longo e cansativo.

Parece contraditório, mas a limpeza excessiva para algumas partes do corpo pode não fazer bem. Se você é uma das pessoas que gosta de tomar dois ou mais banhos por dia, talvez seja necessário repensar essa atitude.

Um para ter uma boa higiene não é preciso viver dentro do chuveiro. Algumas regiões do corpo possuem propriedades de autolimpeza. Desta maneira, não precisam ser lavadas com tanta frequência para serem saudáveis.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Veja quatro partes do corpo que não precisam ser lavadas com tanta frequência.

Região íntima

A região íntima feminina não pode ter uma limpeza tão extrema. Parece estranho, mas lavar demais pode ocasionar infecções como vaginose bacteriana. O ideal é fazer uma limpeza normal, usando apenas sabonete neutro.

Rosto

O rosto pode ser lavado duas vezes ao dia, mas uma limpeza mais profunda não é aconselhável fazer diariamente. O alerta foi feito por Jody Levine, dermatologista norte-americana. O processo de esfoliação é importante, porém somente deve ser feito no máximo duas vezes durante a semana.

Nariz

A alta poluição da rua, poeira, espirros e coceira, são coisas que fazem as pessoas limparem o nariz. No entanto, mexer muito nesta região pode acabar fazendo com que tenha possibilidade de sofrer com feridas e até mesmo hemorragias. Caso o nariz fique congestionado, o ideal é usar soro fisiológico para fazer uma limpeza adequada.

Cabelo

Tem muita gente que gosta de lavar os cabelos diariamente. Porém, esse é um hábito errado, pois o óleo produzido naturalmente ajuda a manter o couro cabeludo e os fios mais saudáveis.

Publicidade
Publicidade