in

Jornalista é encontrado morto em represa; detalhe impressiona

Reprodução: 1News
Publicidade

Nesta terça-feira (23), o corpo do jornalista Milton Gamez, de 54 anos, foi encontrado sem vida em uma represa de Ibiúna, cidade localizada na grande São Paulo. Estava desaparecido desde 15 de julho, quando foi visto pela última vez nas redondezas da propriedade da família.

Publicidade

O fato gerador da morte de Gamez impressiona, de acordo com informações divulgadas pelo Corpo de Bombeiros, o desaparecimento teve origem em um momento de lazer, Milton estava nadando na lagoa do condomínio em que morava quando desapareceu. Além disso, segundo a Guarda Civil de Ibiúna, o corpo do jornalista foi encontrado cerca de 300 metros do local onde ele estaria nadando.

Publicidade

Miltinho, forma carinhosa como era chamado pelos amigos, tinha 30 anos de jornalismo e uma carreira notável. Realizou seu primeiro trabalho na Gazeta Mercantil e foi um dos membros que compôs a primeira equipe do jornal Valor Econômico, além de ter sido o primeiro editor-chefe da revista IstoÉ Dinheiro.

Milton teve passagens por diversos veículos renomados do meio jornalístico, entre eles: O Globo, Exame e Folha de São Paulo. Sua carreira não ficou restrita ao âmbito nacional, tendo trabalhado na revista Havard Business Review.

Publicidade

Após o corpo do jornalista ter sido encontrado, o presidente executivo da Editora Três, Caco Alzugaray, fez um pronunciamento através de uma nota publicada pela revista IstoÉ Dinheiro. Referindo-se a Milton por Miltinho, ele não deixou de enaltecer a figura do falecido, considerando-o uma das principais referências do jornalismo, aproveitando para citar algumas de suas principais características.

Publicidade

Leia Também

Pés de menino quase derretem em parque aquático e pai faz alerta

Saiba quem foram os suspeitos capturados pela PF por vazarem as conversas de Sérgio Moro