in

Sem querer, mãe envenena bebê de apenas 3 meses com inseticida

Divulgação/hojeemdia
Publicidade

As mamães de crianças pequenas têm noção do quanto é importante ter atenção. No entanto, apesar do zelo que muitas possuem com seus pequenos, acidentes ainda acabam acontecendo.

Um caso que aconteceu interior de Minas Gerais serve de alerta para outros pais. Uma jovem mãe de apenas 17 anos acabou se confundindo e colocou a vida do seu bebê de apenas três meses em risco. O fato aconteceu no último domingo (21), na cidade de São Gotardo, localizado na região do Alto Paranaíba.

Ao que tudo indica, a mãe confundiu um frasco de medicamento para tosse com um de veneno usado para matar insetos e ratos. Segundo informações da Polícia Militar, eles foram acionados aproximadamente às 23h30 pelos funcionários que trabalham no pronto-socorro do município.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

De acordo com os agentes, a jovem de 17 anos, mãe do bebê, estava no local visivelmente abalada com tudo que havia ocorrido. Ela relatou aos policiais que o seu quarto não tem muita iluminação. Por esse motivo, ela pegou um frasco pensando que se tratava do remédio para tosse. Porém, o vidro era um veneno muito usado contra ratos e insetos.

A mãe teria percebido que o bebê estava com sintomas de envenenamento. A criança espumava pela boca e começou a inchar. Ao ver a criança passando mal, a jovem procurou vizinhos e pediu ajuda. A criança foi levada com urgência para o pronto-socorro.

Quando chegou no local, o bebê recebeu os primeiros socorros e passou pelos procedimentos necessários ao tipo de situação. A polícia informou que a criança passa bem e não corre risco de morrer, porém ainda está em observação no hospital.

Em tese, tudo não passou de um terrível acidente e pela necessidade de acompanhamento da criança na unidade, a mãe não foi apreendida em flagrante.

Publicidade
Publicidade