in

Juliana Paes bate de frente com globais e defende Bolsonaro: ‘Vamos apoiar; não vou boicotar’

Publicidade

Durante as eleições de 2018, muitos famosos se reuniram no chamado movimento ‘Ele não’. O principal objetivo do grupo, formado também por famosos da Globo, era tentar boicotar a campanha do hoje presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Na época, muitos artistas foram pressionados a participar da ação.

Em vídeos, Daniela Mercury e Preta Gil chegavam a citar nomes de outras celebridades, que ficavam “mal na fita”, quando não davam uma opinião. No entanto, uma atriz, em especial, não ligou para a possível imagem que pudesse ficar. Juliana Paes diz que não quis participar do chamado movimento ‘ele não’. Em entrevista ao jornal carioca O Globo, ela foi clara dizendo que apoia o presidente da república. 

O apoio permanece, mesmo após Bolsonaro assumir o governo. Juliana Paes diz ser a favor, por exemplo, da reforma da previdência. O apoio é importante ao presidente, especialmente pelo momento de Ju, que vive a protagonista Maria da Paz na novela das nove da Globo, A Donla do Pedaço. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Juliana Paes justifica que polarizar o país não é inteligente que até quem é contrário a Bolsonaro deveria torcer para que as coisas dessem certo. 

“Torço para que o país dê certo, independentemente de quem esteja em Brasília. Não bato palma para tudo que o presidente Jair Bolsonaro diz, mas vamos apoiar já que ele está lá. Não vou boicotar. Essa polarização é boba. Entre o branco e o preto, há infinitos tons de cinza, muitos pensamentos e ponderações. Sou a favor do diálogo”, explicou a atriz na entrevista, que está tendo grande repercussão. 

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.