in

Morte de youtuber e apresentadora reacende discussão de tema polêmico; alerta é para todos

YouTube
Publicidade

Emily Hartridge, estrela do YouTube e apresentadora de televisão no Reino Unido, foi vítima de um acidente fatal que tirou a sua vida. Ela tinha 35 anos de idade, e morreu após se colidir contra um caminhão, na capital da Inglaterra, Londres.

Conhecida entre os internautas pelas várias dicas relacionadas a exercícios físicos, dieta e vida saudável, a sua morte precoce gerou tristeza e luto no mundo todo. Além disso, o episódio está servindo para reacender os debates relativos ao uso dos patinetes elétricos.

Isso porque ao colidir contra o veículo pesado, Emily estava se locomovendo com um desses brinquedos, que hoje em dia está ganhando status de meio de transporte. A legislação de trânsito do Reino Unido proíbe o uso do equipamento em vias públicas, embora não haja nenhuma restrição sobre o uso em locais privados.

Publicidade

Entretanto, a medida que a tecnologia evolui, os patinetes elétricos se tornam cada vez mais poderosos. Tais equipamentos podem atingir uma velocidade de até 30 km/h, e já causaram mortes em outros países, tais como Estados Unidos, Suécia e França.

Publicidade
Publicidade

Já na Inglaterra, a morte de Emily foi a primeira registrada envolvendo o uso desse meio de transporte, conforme apurado pelos jornais The Guardian e Independent. Entretanto, o fato reacendeu os debates sobre o seu uso, e o Departamento de Transportes local já estuda a mudança em suas restrições.

Os patinetes elétricos rapidamente se espalharam pelo mundo todo, e ganham cada vez mais um número maior de adeptos. Mesmo assim, são poucos os países que possuem uma legislação específica sobre o seu uso.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.