in

Mãe de recém-nascido é surpreendida com bilhete embaixo da porta: ‘custei a acreditar’

Divulgação/revistacrescer

As mamães que têm filhos pequenos enfrentam uma rotina pesada. Os recém-nascidos necessitam de muita atenção e consomem grande energia das novas mães. Muitos bebês acabam trocando o dia pela noite, algo que é muito normal, pois eles estão se adaptando à nova rotina do lado de fora do ventre. 

Além da irregularidade do sono, muitas crianças costumam sofrer com as cólicas. O fato é que o cansaço nessa fase é muito grande. Quando alguém se oferece para ajudar, é uma grande felicidade para a mãe. Foi isso que aconteceu com Bárbara de Oliveira Neves, uma jovem jornalista de 29 anos, que é mamãe da pequena Luisa de três aninhos e do Bernardo de apenas um mês.

Publicidade

Em um certo dia atribulado, a jornalista precisou levar o remédio de asma da filha mais velha na escola e quando voltou, o recém-nascido não parava de chorar. Com a rotina pesada cuidando das crianças e fazendo as tarefas domésticas, Bárbara subiu tensa com as compras em um braço e segurando o filho no outro.

Ela mal havia chegada em casa e a campainha tocou. Infelizmente, ela não conseguiu atender de imediato e quando abriu a porta ficou surpresa ao encontrar um bilhete debaixo de sua porta. “Eu já esperava que fosse uma reclamação e, sinceramente, não estava pronta para mais um momento de tensão naquele dia.” disse a mãe durante uma entrevista à revista Crescer.

Publicidade

O fato é que a jornalista ficou chocada com o conteúdo do bilhete. Ela esperava uma reclamação, mas acabou sendo surpreendida com um lindo gesto. Karla, a vizinha do casal, estava se colocando à disposição para poder ajudar no que precisasse. Bárbara disse que precisou reler o bilhete várias vezes para entender.

“Bom dia. Quero dizer que se você precisar de alguma ajuda, inclusive, de levar seu bebê ao hospital, etc, eu estou disponível para ajudá-la no que for preciso. Desculpe a intromissão, minha intenção é que você saiba que a qualquer momento e para qualquer circunstância, eu estou aqui. É só chamar”, escreveu a vizinha no bilhete.

Comovida com o gesto, a mãe foi agradecer a Karla pelo apoio. A vizinha disse que percebeu que ela ficava sozinha e ressaltou que tinha noção do quanto é difícil cuidar de duas crianças pequenas. Bárbara fez questão de compartilhar a história no Facebook. “Custei a acreditar no que li! Mas passado o susto, fiz questão de, pessoalmente, agradecer. Se tem uma coisa que a maternidade me ensina, todo dia, é que esse mundo tem jeito!”.

O BILHETE DA KARLABebês choram. É natural, é o jeito que eles têm de se comunicar com a gente. Alguns choram mais que…

Gepostet von Bárbara Oliveira am Montag, 1. Juli 2019

A jornalista ainda frisou que não conhece os vizinhos direito e mal cumprimenta. Por isso, Karla acabou dando uma bela lição de solidariedade e empatia.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, mas principalmente sobre o tema maternidade. "Busco levar a vida seguindo o manual do criador, a Bíblia". Contato através do e-mail: shyrlenepsouza@yahoo.com.br

A Dona do Pedaço: Walcyr Carrasco desce a lenha em Gretchen e revela: ‘Não é boa atriz’

Em reality da Record, participante xinga Gugu e é repudiado com tapa: ‘Não, o âncora não’