in

Mãe afirma que sua bebê sofreu intoxicação por água e decide fazer alerta; entenda

A água é algo extremamente essencial para manutenção da vida. É aconselhável a ingestão de pelo menos dois litros de água por dia para um adulto. No entanto, em bebês até os seis meses de vida os pediatras indicam apenas o leite materno. Após os seis primeiros meses é que vai se introduzindo outros alimentos, inclusive a água. 

Recentemente, uma mãe decidiu usar a rede social para fazer um alerta para outros pais. Em um post feito no Facebook, que foi atualizado no último dia 10 de julho, Katie Gorter disse que o objetivo da postagem é alertar sobre a possibilidade de bebezinhos sofrerem intoxicação por água.

A mensagem teve mais de 31 mil compartilhamentos na internet. De acordo com a mãe, a pequena Emily, que tem 11 meses de vida, teve uma espécie de intoxicação, apesar de ingerir uma quantidade menor que dois copos por dia. Katie afirmou que tudo teria acontecido enquanto a pequena tomava banho.

A bebê teria bebido água e precisou ser levada ao hospital. “Ela descobriu que podia beber a água do banho. Eu não pensei muito nisso na época e depois acabei correndo para o pronto-socorro. Ela começou a vomitar e depois lutava para respirar! Ela tinha bebido tanta água que isso comprimia seus pulmões!”, disse a mãe da pequena Emily.

A mulher ainda contou que escreveu sobre o fato para evitar que outros pais passem pelo mesmo tipo de situação. Katie disse que não é porque a criança já vai completar um ano que pode ingerir muita água.

A postagem recebeu diversos comentários e muitos internautas questionaram se a garotinha não teria se afogado durante o banho. A mãe esclareceu que Emily não tinha água nos pulmões. Segundo Katie, essa teria sido a primeira coisa que o médico conferiu e a criança não teria aspirado água, portanto não se tratava de afogamento.

A mulher afirmou categoricamente que a filha sofreu intoxicação. “Ela não aspirou água e não teve afogamento! Foi puramente apenas intoxicação por água!”, disse Katie ao responder um questionamento na rede.

David Elias, médico pediatra do Hospital Infantil Sabará, em São Paulo, falou sobre o caso. De acordo com o profissional, ele não tem conhecimento da possibilidade de intoxicação por água e acredita que se trata de um caso de afogamento.

É importante não deixar crianças pequenas sozinhas na banheira ou mesmo próximo de recipientes com água, como balde, bacias, pois pode provocar acidentes graves e até mesmo fatais.

Leia Também

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, mas principalmente sobre o tema maternidade. "Busco levar a vida seguindo o manual do criador, a Bíblia". Contato através do e-mail: shyrlenepsouza@yahoo.com.br

Marcão do Povo pode ir parar na cadeia por chamar cantora Ludmilla de ‘pobre e macaca’

A Dona do Pedaço: Walcyr Carrasco desce a lenha em Gretchen e revela: ‘Não é boa atriz’