in

PSG e uma estrela para o Barça que pode mudar tudo; e não é Neymar

Tribuna

A partida do diretor esportivo do Paris Saint Germain, Antero Henrique, e a chegada de um velho conhecido, Leonardo, atrapalharam muito os planos do time. Para começar, nas partidas de Neymar e Kylian Mbappé. Ao contrário de seu antecessor, o antigo diretor do Milan prefere deixar sair o astro brasileiro, mais velho, mais problemático e mais propenso a se machucar, como vêm notando no time, nos últimos meses. 

Favorito de Tuchel

Também nas contratações tudo mudou. Leonardo paralisou muitos reforços que seriam anunciados, com exceção de Ander Herrera, e promoveu outros, como Pablo Sarabia, do Sevilha. Um que foi deixado de lado foi o internacional português Raphaël Guerreiro. 

As negociações pelo defensor do Borussia de Dortmund estavam já bem encaminhadas e esperavam anunciar o acordo em breve, mas o diretor brasileiro paralisou tudo, infelizmente para o treinador Thomas Tuchel que queria muito contar com Guerreiro. Tuchel conhece o lateral esquerdo português desde que eles coincidiram no Borussia de Dortmund. Aliás foi o alemão quem o contratou no modesto Lorient da França. em 2016, por 12 milhões de euros.

O treinador alemão pediu sua chegada, já que ele vê o português perfeito para o modelo, já que ele pode jogar como um canhoto, um jogador interno, um meio-campista e como um ala. Uma polivalência que ele gosta muito, porque nessa posição o PSG não é muito forte.

View this post on Instagram

⚽️😁 #bvb

A post shared by Guerreiro Raphael (@raphaelguerreiro14) on

Guerreiro mais próximo do Barça

Guerreiro termina seu contrato em 2020 com os alemães e não há acordo ou intenção de renovação, já que seu papel com Lucien Favre é completamente secundário. Porém, a opção de se mudar para Paris está agora completamente paralisada. 

E o Barça vai tentar aproveitar essa situação, porque faz tempo que a diretiva catalã vê em Guerreiro uma alternativa perfeita para Jordi Alba. Ele é muito experiente, jogando no alto nível por alguns anos e na seleção de Portugal,  e seria um bom alívio para Jordi Alba. Eles apreciam sua experiência, sua idade, 25 anos, e seu preço, de cerca de 25 milhões de euros. Na Alemanha, eles estão dispostos a negociar por Raphael, já sem o PSG na corrida.

Leia Também

Barcelona desvia do PSG uma das maiores promessas do futebol

Klopp e Guardiola tiram uma joia do Real Madrid e do Barça