in

Assista: terremoto seguido de tsunami devasta cidade da Indonésia

Metro 1

Há tempos, percebe-se que por meio da natureza os seres humanos conseguem extrair alimentos, objetos pessoais, roupas e tudo o que precisam para viverem em sociedade.

Assim, nota-se que plantas, animais, minérios, e todos os recursos naturais são cada vez mais utilizados sem consciência e limites. Como consequência, a mãe natureza contra-ataca mostrando a sua força e conclui-se que o local de onde saem os suprimentos é o mesmo que arranca tudo através de catástrofes.

Publicidade

O poder de destruição da natureza

Desastres naturais são exemplos de como o meio ambiente pode ser poderoso e destruidor. A humanidade torna-se impotente diante de tamanha fúria. Muitas vidas, histórias, conquistas e sonhos se destroem diante de uma calamidade, bastam alguns segundos para que tudo seja lavado de maneira repentina.

Vídeo mostra o momento em que uma onda gigante destrói tudo

Um vídeo gravado na cidade de Palu (Indonésia), mostra com clareza a vida normal que os moradores da cidade levavam antes de acontecer a tragédia. Um terremoto se inicia estremecendo tudo e em poucos segundos se acalma. As pessoas acreditam que o susto passou quando, inesperadamente, uma onda gigante toma conta de todo o espaço levando aqueles que estavam filmando ao desespero. O evento aconteceu em 28 setembro de 2018 na Indonésia e deixou diversas vítimas.

Publicidade

O país tem sofrido constantemente com abalos sísmicos e, como consequência, é muito comum que tsunamis aconteçam após o fim deles. O terremoto em questão alcançou 7,5 pontos em escala segundo especialistas que o analisaram.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.

Flamengo começa sua busca por um padrão europeu de campeão

Jogador de futebol tem cachorro roubado e oferece R$ 127 mil para quem devolver o animal