in

Luto na Record: motivo da morte de Paulo Henrique Amorim deixa público perplexo; ‘Foi isso’

Publicidade

Na manhã desta quarta-feira, 10 de julho, uma notícia bombástica tomou conta do noticiário. Morreu no estado do Rio de Janeiro o jornalista Paulo Henrique Amorim. Atualmente, ele trabalhava na Record, comandando o jornalístico Domingo Espetacular. No entanto, nas últimas semanas, Paulo acabou sendo afastado da função. Entre os possíveis motivos apontados pela imprensa estavam as críticas contantes que o jornalista fazia ao governo do presidente Jair Bolsonaro. 

Paulo tinha 76 anos de idade e uma grande história no jornalismo. Ele passou por inúmeras redações. Na TV Globo, por exemplo, chegou a ser correspondente internacional da Rede Globo de Televisão. A relação com o canal, no entanto, não durou para sempre. Após deixar a Globo, Paulo teve uma grande história com a Record. 

De acordo com as primeiras informações, a morte de Paulo Henrique Amorim teria ocorrido por um infarto. A mulher do jornalista confirmou os dados em entrevista ao R7. De acordo com ela, os últimos momentos do jornalista foram felizes e ele teria passado a última noite em vida nu,m jantar com amigos. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O motivo da morte do comunicador gerou perplexidade. “Foi isso, não acredito“, disse um dos internautas nas redes sociais. Amorim estreou no jornal A Noite, em 1961. Logo após, foi trabalhar em Nova York, como correspondente internacional da revista Realidade e, depois, da revista Veja. Paulo Henrique também trabalhou na Globo. 

O jornalista foi contratado pela Record TV em 2003, onde apresentou o Jornal da Record segunda edição. No ano seguinte, o jornalista ajudou a criar a revista eletrônica Tudo a Ver.

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.