in

Brasil em luto: morre um dos maiores cantores de todos os tempos; decadência física comove

Arte / Fernando
Publicidade

O luto é sempre marcante e, neste sábado, 6 de julho, o Brasil perdeu um dos seus maiores cantores de todos os tempos. Considerado o maior exponente da Bossa Nova ainda vivo, faleceu no Rio de Janeiro o cantor João Gilberto. Ele tinha 88 anos de idade e, nos últimos anos, virou notícia, após brigas familiares. Ele deixa três filhos, João Marcelo, Bebel e Luisa.

De acordo com o jornal O Globo, os últimos anos marcaram a decadência do artista, desde a física, já que o famoso apareceu muito debilitado em algumas apresentações, até os contratos que não eram bem feitos. A disputa dos filhos para ver quem cuidaria do pai e administraria o seu dinheiro, ainda em viva, também virou alvo do noticiário. 

A morte de João Gilberto também comoveu a internet. Em mensagens no Twitter, Brasileiros lembraram sua importância. Para especialistas, ele mudou até mesmo a forma de tocar violão. Ao lado de João, também figuram com os maiores exponentes da Bossa Nova, nomes como Toquinho, Vinícius de Moraes e Tom Jobim. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Final da carreira foi marcada por shows intimistas

A maioria de seus últimos shows no Brasil deu-se em seu formato preferido: ele sozinho, terno e gravata, banquinho e violão. Sua relação com a plateia tinha de ser mutuamente respeitosa. Em várias ocasiões, zangado ou com um simples “psiu”, obrigou o público a fazer silêncio para ouvi-lo. 

Algumas das apresentações, inclusive, comoveram pela aparência debilitada do cantor. Veja acima uma dessas apresentações, que já mostra João Gilberto bastante frágil. 

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.