in

Sampaoli é sondado por seleção sul-americana

Foto: Ivan Storti/Santos FC

O site Direct TV da argentina, publicou uma notícia em sua página afirmando que o técnico do Santos Jorge Sampaoli, estaria na mira da Federação Equatoriana de Futebol (EFE), para assumir o comando técnico da seleção do Equador, que acabou sendo eliminada ainda na fase de grupos da Copa América.

Após o fraco desempenho no sul-americano de seleções, o técnico equatoriano Hernán Darío Gómez ainda permanece no cargo. No retorno ao país, Gómez concedeu uma entrevista coletiva à imprensa e disse que não pretende pedir demissão.

Publicidade

Para Gómez, a imprensa e a torcida do país estão fazendo forte pressão para que ele deixe o cargo, levando-se em consideração que a seleção do Equador passa por uma crise técnica na qual os seus principais jogadores estão em má fase e por conta disso os resultados não aparecem.

Após ser consultada sobre o assunto a diretoria do Santos, desconhece que Sampaoli tenha recebido sondagens dos equatorianos e acredita que o técnico santista manterá sua palavra em permanecer no clube até o fim de seu contrato em 2020, com rescisão de contrato estimada em R$10 milhões.

Publicidade

A diretoria santista também afirma que não recebeu nenhuma oferta oficial em relação ao técnico santista, que segue trabalhando sob comando da equipe para a retomada do campeonato brasileiro, marcado para reiniciar no dia 13 de julho. Na ocasião o Santos enfrenta o Bahia fora de casa.

Ainda de acordo com as informações, o técnico argentino afirmou que está gostando de trabalhar no Santos, que se adaptou tão bem ao clube e a cidade e por conta disso, hoje o Peixe está na vice-liderança do Brasileiro apenas cinco pontos atrás do líder Palmeiras. Além das sondagens dos equatorianos, Sampaoli também foi sondado para treinar o Flamengo, além das seleções de Irã e Marrocos.

Publicidade

Leia Também

Vídeo mostra momento que empresário atira na própria cabeça na frente do governador

Luto na música: morre esposa de famoso cantor; ela sofreu muito com doença incurável