in

Atacante do Delfín, do Equador, é oferecido para clube carioca e negociação pode acontecer

Reprodução: Defín Sporting Club
Publicidade

O Vasco da Gama segue as tratativas para anunciar reforços para o resto da temporada. Após fracassar nas negociações com o atacante equatoriano, Juan Anangonó, a diretoria vascaína está analisando o nome de outro jogador equatoriano, que vem se destacando pelo Delfín do Equador.

O centroavante Carlos Garcés, de 29 anos, foi oferecido ao Vasco, no entanto a contratação do jogador depende da aprovação do técnico do time, Vanderlei Luxemburgo. Após se destacar pelo time equatoriano, Garcés foi convocado pela seleção do Equador para a disputa da Copa América, entretanto o jogador entrou em campo apenas no jogo contra o Chile, no qual o Equador acabou sendo derrotado por 2 a 1.

Em 18 partidas disputadas, Garcés marcou nove gols, sendo três na fase de grupos da Libertadores. Além de Garcés, a diretoria do Vasco vem observando outros nomes para o ataque, a maioria vem do futebol sul-americano.

Publicidade

O diretor de futebol, André Mazzuco, explica que alguns jogadores oferecidos estão em fim de contrato, outros são destaques em seus clubes, mas as multas contratuais são consideradas muito caras pela direção vascaína.

Publicidade
Publicidade

Como não possui recursos financeiros para investir em grandes contratações, o processo adotado pelo diretoria Cruzmaltina funciona da seguinte forma: um jogador é oferecido à diretoria, que analisa o perfil do atleta e repassa o nome do jogador para o aval da comissão técnica.

Vale ressaltar que Garcés foi oferecido ao Vasco na semana passada e, desde então, o comissão técnica, comandada por Luxemburgo, vem analisando o perfil do jogador, que tem vínculo com o Delfín até o final de 2020.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade