in

A última de Vinícius Júnior que causa mau estar no Brasil

Diario AS
Publicidade

Vinícius Júnior teve uma temporada de estreia no Real Madrid bem irregular. O jovem brasileiro não jogou de início no time principal, mas rapidamente fez valer seu talento. Depois, quando ele estava se assumindo como titular, ele se lesionou e perdeu a parte final da temporada. E para agravar sua situação, ele não foi chamado por Tite para jogar a Copa América. 

Vinícius feliz com Zidane

Porém, tudo isso já teria ficado apra trás e o jovem brasileiro já vai pensando em seu novo ano no Real Madrid e em tudo que ele tem ainda para viver. Ele tem apenas 18 anos de idade e está mais preparado para esse desafio, um ano depois de sua chegada em Madrid. Em declarações para o portal Extra, o jogador falou sobre sua caminhada e sobre sua primeira experiência na Europa. 

“Eu acho que consigo jogar com mais tranquilidade porque não penso na minha idade. Só penso em jogar”, revelou o craque. Vinícius também falou sobre Zidade, treinador que ele conheceu no final da temporada e com quem vai trabalhar esse ano. “Ele me diz para trabalhar muito porque sou jovem. E para não dar ouvidos a pessoas de fora, escutar minha família e o pessoal do clube. Zidane diz que eu vou evoluir muito com ele e com todo o time”, contou o jovem, bem motivado com essa nova etapa no Real Madrid. 

Publicidade

Uma declaração que não agradou para todos

Depois de uma primeira temporada no Real Madrid, Vinícius contou que esse foi o momento certo para ele arriscar e deixar o Flamengo. “No meu caso acho que foi o momento certo”, começou por dizer o atacante brasileiro, antes de deixar uma declaração que não está agradando a todos.

Publicidade

“No Flamengo, eu tinha pouca margem para melhorar. No Real Madrid, cresci em dois meses o que levaria um ano para evoluir no Brasil. Os treinos são diferentes. A maioria dos treinos são melhores do que os próprios jogos no Brasil”, revelou Vinícius, feliz por estar no jogando no “melhor futebol do mundo”.

“Mesmo no treino ninguém quer perder, querem evoluir todos os dias. Existem jogadores como o Sergio Ramos e o Benzema, que já estão acima dos 30 anos e trabalham mais do que os outros. A inspiração de estar ao lado dos melhores também ajuda muito”, concluiu Vinícius e, para muitas pessoas, o jogador desrespeitou um pouco o futebol brasileiro e os jogadores, deixando entender que no Brasil não trabalham e que até os treinos do Real são melhores. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade