Tragédia: quatro crianças e dois adultos morrem após casa pegar fogo

Leia também

Luto: cantor e compositor morre vítima do coronavírus; ele estava internado em estado grave

Fãs e familiares torciam para sua recuperação, o que infelizmente não aconteceu.

Paulinho Gogó está fora de A Praça é Nossa: ‘Nunca chorei tanto na vida’

Humorista Paulinho Gogó confirmou que não é mais contratado da emissora de Silvio Santos.

Fim do confinamento em Wuhan, primeiro epicentro do novo coronavírus

Moradores poderão sair da cidade, mas precisam levar um smartphone com um aplicativo que tem informações sobre a saúde deles.

Aos 8 anos, Davi Lucca, filho de Neymar tem doença séria revelada

Carol Dantas, ex de Neymar, revelou como tem sido a mudança na rotina de Davi Lucca.
Francisco Nunes
Barbeiro profissional, e nas horas vagas escrevo para o site 1News.
Publicidade

Uma tragédia aconteceu na manhã de terça-feira, um incêndio em uma casa matou dois adultos e quatro crianças.  No local viviam oito pessoas que pertenciam a mais de uma família. Dois deles conseguiram escapar das chamas, mas o resto morreu no local. 

As autoridades informaram que recebeu um pedido de socorro por volta das 6h30, mas quando chegaram ao local já era tarde demais, a casa já estava tomada pelo fogo. Embora as equipes de incêndio e emergência de Langlade, Pickerel e a cidade vizinha Wolf River tenham chegado ao local para ajudar, o incêndio só foi controlado por volta das 11h30min.  

Publicidade

As vítimas fatais, que não tiveram seus nomes divulgados eram, uma mulher de 34 anos, um homem de 32 anos, uma criança de 7 anos, outra de quatro, uma criança de um ano e um bebê de 10 meses.  

Publicidade

Relatórios iniciais feitos pela polícia indicaram que o incêndio começou no térreo e rapidamente se espalhou para os andares superiores da casa. Mas, as principais causas do incêndio ainda estão sendo investigadas. 

Publicidade

Uma das mulheres que conseguiu sair da casa tentou várias vezes retornar para salvar o bebê que havia ficado lá dentro, mas a equipe de resgate não a deixou entrar na casa.  

O prefeito da cidade disse à mídia local que não há evidências que levem a  acreditar que tenha sido um incêndio criminoso ou que tenha sido criado para encobrir outro crime. No entanto, ele afirmou que pelo menos um dos corpos seria enviado para realizar uma autópsia para identificar as causas da morte. 

Segundo a imprensa local, neste ano um bombeiro identificado como Mitchell Lundgaard morreu após ser chamado para combater um incêndio, na mesma cidade de aconteceu essa tragédia, Wisconsin.