in

Mulher espancada por apoiador de Jair Bolsonaro fraturou 10 ossos do rosto

Reprodução: Facebook MC Reaça
Publicidade

A morte de Tales Alves Fernandes, o MC Reaça, no começo de junho, chamou a atenção de muita gente. Conhecido por fazer jingles extraoficiais da campanha do presidente Jair Bolsonaro, em 2018, MC Reaça recebeu homenagem póstuma do chefe do Executivo.

Publicidade

O músico tirou a própria vida. A princípio, falava-se em depressão. Logo depois, começou a circular uma outra história que teve a autenticidade confirmada. MC Reaça agrediu uma mulher de 28 anos, que estaria esperando um filho dele, e logo depois tirou a própria vida.

Publicidade

A vítima foi internada em um hospital de Indaiatuba, interior de São Paulo. Ele teve mais de dez ossos do rosto quebrados pelo músico. As informações foram divulgadas pelo site Universa, do portal UOL.

Para corrigir as fraturas na face, os médicos fizeram cirurgia e colocaram placas e pinos no rosto dela. A alta foi dada no dia 19. A previsão para que as dores diminuam é de mais 30 dias.

Publicidade

De acordo com a mulher, o músico bateu somente em seu rosto. “Tem muitos ossos que foram quebrados e não tem como consertar. Vamos ter que esperar o organismo mesmo fazer a cicatrização”, explicou ao Universa.

A mulher não lembra se houve discussão no dia das agressões. Segundo ela, os dois quase nunca brigavam.

Tales era casado, mas teria informado à mulher agredida que não mantinha mais relações com a esposa. A mulher contou na entrevista que Tales dizia que estava casado apenas no papel por questões burocráticas.

Em relação a suposta gravidez, exames feitos no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC) descartaram essa hipótese.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

6 segredos que os homens raramente contam e você nem desconfia

Vídeo: Flordelis já foi com o marido no Mais Você e recebeu ajuda de Ana Maria Braga