in

Amazon e Alibaba podem comprar os Correios

Reprodução OPT CLEAN Tecnologia

O Governo Federal vem demonstrando interesse em privatizar os Correios, por conta disso, no dia 14 de junho, o presidente Jair Bolsonaro decidiu destituir do cargo o então presidente da empresa Juarez Aparecido de Paula Cunha, o qual mostrou-se contrário à privatização da estatal. Na ocasião, Floriano Peixoto foi nomeado o novo presidente dos Correios e ele deve seguir no cargo por tempo indeterminado.

Nesta segunda-feira (24), Bolsonaro concedeu uma entrevista afirmando que já autorizou a privatização da estatal. Segundo o presidente, os governos anteriores do PT deixaram a empresa repleta de dívidas e a única saída para salvar a empresa seria a sua privatização. 

De acordo com informações da coluna Esplanada do jornal O Dia, duas gigantes do segmento de vendas online, a norte americana Amazon e chinesa Alibaba demonstraram interesse na compra dos Correios. 

O fator positivo que chamou a atenção das possíveis compradoras referem-se ao fato dos Correios possuir uma grande estrutura de logística com diversos caminhos e filiais para a distribuição das mercadorias. A coluna do jornal O Dia, também destaca que as futuras compradoras se uniram em parceria com um banco nacional, o qual não teve o nome revelado para fazer a compra.  

Dessa forma, o setor de serviços postais ficaram sob responsabilidade do banco, enquanto a parte de logística ficariam sob responsabilidade das empresas do comércio eletrônico. Entretanto, o governo federal, ainda não determinou um prazo para publicar o edital de venda dos Correios. 

Leia Também

Advogado de Flordelis faz revelações sobre celulares e choca

Luto: famoso youtuber é encontrado morto e polícia está investigando o caso