in

Nova bagunça de James Rodríguez no Real Madrid

Noticias ao Minuto
Publicidade

A Copa América não poderia ter acontecido em melhor momento para James Rodriguez. Assim que começou a competição, o craque logo mostrou seu melhor nível, junto com a  seleção colombiana. Aliás, os ‘cafeteros’ são mesmo dos favoritos para ganharem a prova, no Brasil.

O ’10’ colombiano sabia que ele tinha a oportunidade de mostrar para Florentino Pérez que ele continuava em um nível bem acima, e ele não perdeu tempo. Nesses primeiros três jogos, a Colômbia ganhou todos e ele vem sendo a estrela maior dessa seleção, que se apurou na primeira posição do Grupo, para as quartas de final. 

Real está construindo novo elenco

O Real Madrid, por sua vez, está em um momento de reconstrução de seu elenco para a nova temporada e parece que James Rodríguez não é opção. O problema não é, nem nunca foi Florentino Pérez, mas antes Zidane, que continuaria bem seguro de sua decisão de dispensar o jogador colombiano. 

Publicidade

Após dois anos jogando no Bayern de Munique, o craque não vai seguir na Alemanha, por pedido seu. O craque quer deixar a Bundesliga e é isso mesmo que ele vai fazer. Ou seja, ele está novamente nas mãos do Real Madrid, com duas possibilidades em seu futuro. James pode ficar com o elenco, em Madrid, ou sair para uma nova aventura. Ao que tudo indica, seu maior candidato é o Nápoles, da Liga italiana, onde ele se reencontraria com Carlo Ancelotti. 

Publicidade

Zidane ainda não o quer

Florentino Pérez conta com James, mas Zidane não quer saber nada sobre o canhoto em sua nova equipe. De acordo com o site Don Balón, Zidane acredita que James seria um problema no vestiário com seu descontentamento contínuo por não jogar os minutos que ele desejaria.

Florentino estaria pressionando por uma nova oportunidade para James, mas a situação é complicada e ele tem essa oferta do Nápoles, de Carlo Ancelotti, um treinador com o qual James se dá muito bem e seria a terceira vez que eles trabalhariam juntos, depois de Madrid e Bayern. Porém, Florentino preferia que ele seguisse em Madrid, entrando em discussão com Zidane, permanecendo muitas dúvidas sobre o futuro do colombiano.