in

Bolsonaro diz o que aconteceria se Lula levasse facada e surpreende

Reprodução / Youtube Direita Brasil / TVT
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu jornalistas na manhã desta sexta-feira (14), para um café da manhã. Esse ato tem sido comum no governo Bolsonaro. No encontro, o presidente repercutiu uma entrevista concedida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Publicidade

Lula concedeu entrevista à TVT, na noite de quinta-feira, na sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde está preso desde abril do ano passado, cumprindo pena de mais de oito anos pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do Tríplex do Guarujá.

Publicidade

O ex-presidente questionou a veracidade da facada recebida por Bolsonaro em setembro do ano passado, durante ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. O homem que atentou contra a vida de Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, está preso desde então.

Na conversa com os jornalistas, Bolsonaro afirmou que não teria grana e influência para armar algo do tamanho que foi. O então candidato à presidência da República foi atendido e operado na Santa Casa de Juiz de Fora.

Publicidade

No dia seguinte, Bolsonaro foi transferido para o Hospital Albert Enstein, em São Paulo, onde ficou internado por alguns dias. No café da manhã com jornalistas, Bolsonaro explicou que, dependendo do lugar onde a facada é dada, a pessoa “sangra pra dentro”.

O presidente também ironizou Lula e disse qual seria o resultado de uma facada na barriga de Lula: “sairia cachaça com certeza“. Bolsonaro disse ainda que presidiário presta depoimento e não dá entrevista. Lula já concedeu algumas entrevistas de dentro da prisão.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Neymar menciona filho em depoimento e choca com declaração

Lembra da Ágatha de Avenida Brasil? Ela apareceu beijando a namorada na web, confira