in

Médicos fazem descoberta surpreendente no intestino de menino de 4 anos

Lifestyle
Publicidade

Em determinada idade é considerado normal as crianças apresentarem problemas com vermes por causa da alimentação com excesso de doces. Mas um caso chamou a atenção dos médicos.

Os médicos encontraram uma enorme quantidade de lombrigas vivendo no intestino delgado de um garoto de 4 anos. A descoberta aconteceu em Camarões, na África, e foi parar em uma importante revista científica de medicina: Journal of Medical Case Reports. 

Publicidade

Quando a criança chegou ao hospital, os médicos que a atenderam contaram que o menino chegou com o abdômen inchado e já não conseguia mais evacuar por causa da quantidade absurda de lombrigas que estavam bloqueando o intestino.  

O menino apresentava sintomas como: inchaço abdominal, vômitos e dores em seu abdômen a cerca de seis meses, mas a família morava muito longe do hospital. 

Publicidade

Ao descobrir a quantidade de lombrigas, os médicos perceberam que era necessária uma intervenção cirúrgica. O menino nunca havia tomado um remédio para vermes durante sua vida e nunca havia sido examinado por um médico.

Publicidade

Os profissionais de saúde ficaram muito impressionados com a quantidade de lombrigas que foram retiradas do intestino do menino de 4 anos, e decidiram compartilhar as imagens. O caso foi considerado grave e se as lombrigas não fossem totalmente retiradas do intestino do menino, ele poderia sofrer complicações que poderiam levá-lo à morte. 

Nosso paciente tem quatro anos e nunca havia tomado um vermífugo. Isto provavelmente fez com que ele ficasse com uma grande quantidade de lombrigas que obstruíram seu intestino. Isto mostra a importância de tomar vermífugos regularmente, uma ou duas vezes por ano, para prevenção de complicações como esta‘, afirmou um dos médicos envolvidos. 

Após a cirurgia, a criança se recuperou bem e recebeu alta do hospital. Os médicos deram remédios para que os pais levassem para ajudar a prevenir uma nova recaída na criança.  

Casos como esse não são muito comuns, mas é preciso ficar atento a qualquer sinal que possa mostrar algo diferente nas crianças e procurar ajuda médica imediata. 

Publicidade

Leia Também

Escrito por Cláudia

Claudinha

Neymar fala pela 1º vez, diz que Najila pediu para apanhar e surpreende com nova revelação

Conheça 11 famosas que optaram por não terem filhos