Luto: cantor morre em São Paulo, vítima de um infarto e fãs se despedem

Leia também

Lembra da Rosinha? Atriz de O Auto da Compadecida está ainda mais linda

A celebridade, hoje com 49 anos, tem se mantido longe das telinhas nos últimos anos.

Como vive Dona Sônia, mãe da Eliza Samúdio, é de partir o coração

A mãe da modelo Eliza Samúdio, morta pelo goleiro Bruno Fernandes, em 2010, disse que vai tentar barrar.

Xuxa se arrepende de ter falado mal da Globo e confessa: ‘Fui mimadinha’

Há rumores de que a apresentadora da Record estaria se aproximando da Globo, mas ela negou.

Casados há 70 anos, eles morreram vítimas do coronavírus com poucos dias de diferença

Eles moravam na cidade de Rio Manso, em Minas Gerais, e não resistiram à Covid-19.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

Morreu nesta última segunda-feira, dia 10, em Guaratinguetá, o cantor e também compositor Beto Mi, vítima de um infarto. Humberto Miranda Neto era conhecido popularmente por Beto Mi e faleceu aos 60 anos de idade.

Ele nasceu em Guaratinguetá onde viveu por muitos anos, mas depois acabou indo morar em São Paulo, onde entrou para a universidade e começou sua carreira musical. Na época, Beto Mi chegou a participar de vários festivais de MPB.

Publicidade
Publicidade

O corpo do cantor está sendo velado nesta terça-feira (11), no Instituto Médico Legal de Guaratinguetá, onde os fãs, amigos e familiares estão prestando as últimas homenagens.

Publicidade

Ainda jovem ele percebeu que era apaixonado por música, pois adorava ficar ouvindo os discos de seu pai, por isso teve uma grande influência das músicas clássicas brasileiras. Na casa de seus avós, ficava horas ouvindo Dilermando Reis, algo nada comum para uma criança.

Publicidade

Quando adolescente, entrou para o coral regido pelo maestro Martinho Lutero, depois começou a tocar em alguns grupos nas missas da região. Na década de 70 foi morar em São Paulo, quando entrou para a Universidade e também começou na carreira musical. Nos bares paulistas conheceu outro estilos musicais, conversava com muitas pessoas e foi aumentando seu conhecimento.

Convidado para participar do grupo Teatro Experimental Universitário, logo se tornou diretor musical, em seguida foi participar dos festivais de MPB, que na época recebiam grandes nomes.

Beto Mi era cantor, compositor, arranjador, produtor musical, foi secretário da Cultura em Guaratinguetá e muito elogiado por seu talento. O sepultamento está previsto para hoje ao meio-dia, no Cemitério dos Passos.