Papa Francisco surpreende a todos ao dizer o que deve acontecer com os cães quando morrem

Leia também

Ex-jogador do Grêmio dispara contra Renato e Romildo: ‘orelha de burro em cima da cabeça’

Jogador de 20 anos deixou Grêmio em fevereiro do ano passado; saída foi conturbada.

Álvaro Pereira fala sobre volta ao São Paulo: ‘de graça, com salário baixo’

Lateral-esquerdo abriu o coração sobre o Tricolor em entrevista e revelou desejo de voltar.

As duas notícias que pegaram a torcida do Grêmio de surpresa

André deve ganhar nova chance com Renato Portaluppi e Caio Henrique deve retornar ao Atlético de Madrid.

Bolsonaro volta a falar sobre pagamento da 4ª parcela do auxílio emergencial

Presidente confirmou durante live que haverá pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

O Papa Francisco continua surpreendendo o mundo com suas declarações sobre os mais variados temas. Ele sempre tem uma visão mais humana para os problemas que afligem as pessoas e já deixou claro a grande preocupação que tem com o planeta e também os animais.

Não é à toa que o líder da Igreja Católica tem conquistado cada vez mais admiradores, inclusive de outras religiões.

Publicidade
Publicidade

Sabendo que tem uma grande influência, tem procurado usar isto a favor da paz, pregando a igualdade e pedindo mais respeito entre todos os povos. Mesmo quem não é católico sabe que o Papa traz uma mensagem de paz e amor, por isso suas palavras são ouvidas e ele se tornou tão querido.

Publicidade

Mas recentemente, o Papa Francisco voltou a surpreender quando se pronunciou a respeito dos animais. O motivo é que um menino estava muito triste porque seu cachorro havia morrido. Procurando tranquilizar a criança, o Papa disse: “Um dia, veremos nossos animais novamente na eternidade de Cristo. O paraíso está aberto a todas as criaturas de Deus”.

Publicidade

Apesar da declaração ter aliviado o garotinho e causado grande comoção, muitos católicos acabaram ficando confusos, uma vez que os animais não têm alma, por isso, quando morrem, apenas deixam de existir.

A diretora da Humane Society of the United States, Christine Gutleben, questionou o Papa e disse que esta afirmação do líder católico significa que as pessoas devem rever como estão tratando todos os animais, já que eles vão para o céu após a morte.

Alheio a toda esta polêmica, o menino ficou feliz, na esperança de que um dia encontrará seu amiguinho de quatro patas.