in

William Waack é contratado pela CNN Brasil e internautas não perdoam: ‘Fogo no racista’

Reprodução: CNN Brasil
Publicidade

William Waack deixou a Globo em 2017, depois que um vídeo em que ele aparecia fazendo um comentário racista em frente à Casa Branca, durante a cobertura das eleições norte-americanas de 2016, veio à tona.

No vídeo vazado, um carro passa buzinando na rua em frente ao estúdio improvisado da Globo nos Estados Unidos. O comentário racista de Waack repercutiu bastante. Diante da pressão popular, a Globo decidiu romper o contrato do jornalista que comandava o Jornal da Globo.

Desde então, ele concedeu algumas entrevistas explicando o caso, mas parece que muitos internautas ainda não perdoaram o jornalista que, nesta segunda-feira (4), foi contratado como principal âncora da CNN Brasil.

Publicidade

O canal fez o anúncio nas redes sociais e os internautas não perdoaram. “Uma pergunta, a CNN americana colocaria no ar um jornalista pego dizendo uma ofensa racista?”, perguntou um internauta.

Publicidade

“Parabéns, tô torcendo pelo fracasso”, ironizou um internauta. “Contratam jornalistas com história de racismo agora? Boa imagem a de vocês não? Pudera, vindos do país que tem a Ku Klux Klan, não admira”, escreveu mais um internauta. “Fogo no racista William Waack” disparou outro.

William Waack vai apresentar um programa diário no horário nobre da emissora. Outro contratado, Evaristo Costa vai comandar um programa semanal direto dos estúdios da BBC, em Londres, onda mora com a família desde que deixou a Globo, também no de 2017.

A CNN Brasil vai começar a operar nos próximos meses e promete bater de frente com a Globonews, principal canal de notícias do país na TV fechada.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br